Curiosidades

O planeta mais misterioso do sistema solar está desaparecendo

0

sistema solar é formado pelo Sol e mais 1.700 corpos celestes menores, entre cometas, asteroides e os planetas com seus satélites. Nosso sistema solar, fica em um dos espaços da Via-Láctea, sendo formado pela estrela solar e por tantos outros corpos celestes ao seu redor. Destes, podemos citar a lua, asteroides, planetas e seus satélites, junto de tudo aquilo que estiver presente no espaço sideral.

Cientistas estudam o nosso sistema solar há anos e ainda várias questões não foram descobertas. Ao todo, se sabe que existem oito planetas conhecidos em nosso sistema, desde que Plutão foi rebaixado. Contudo, durante um tempo, existiu evidência de que poderia haver mais um.

O chamado Planeta Nove estaria à espreita na borda externa do nosso sistema sola. Mas até agora, esse mundo ainda não foi descoberto. No entanto, um novo estudo determinou onde ele deveria estar.

Planeta Nove

Planeta1, Fatos Desconhecidos

A evidência de que o Planeta Nove existe vem da atração gravitacional em outros corpos. E se esse planeta existe, sua gravidade irá afetar as órbitas dos outros planetas.

Então, se alguma coisa parece estar puxando um planeta, basta fazer alguns cálculos para que a fonte seja encontrada. Foi dessa forma que Netuno foi descoberto. Na época, John Couch Adams e Urbain Le Verrie notaram que Urano parecia ser puxado por um planeta invisível.

Já no caso do Planeta Nove, os pesquisadores não tem nenhum efeito gravitacional em um outro planeta. O que eles veem é um estranho agrupamento de pequeno corpos gelados no sistema solar externo, que são conhecidos como objetos do cinturão de Kuiper (KBOs).

Evidências

Planeta2, Fatos Desconhecidos

Se não existisse um planeta além desse cinturão, se esperaria que as órbitas dos KBOs se orientassem de maneira aleatória dentro do plano orbital do sistema solar. Entretanto, ao invés disso, se vê várias órbitas KBO agrupadas na mesma orientação. É possível que isso seja por conta do acaso. Mas isso não é provável.

Em 2016, os pesquisadores analisaram a distribuição estatística de KBOs. Com isso, se concluiu que um planeta externo não detectado causou esse agrupamento. E se baseando nos cálculos feitos por eles, esse planeta teria uma massa de cinco Terras e estaria aproximadamente 10 vezes mais distante do sol do que Netuno.

Esse novo estudo reexaminou o estudo original focando em algumas das críticas que ele tinha recebido. Uma das grandes é que corpos externos do sistema solar são difíceis de encontrar e por isso se procura onde é conveniente.

Possibilidade

Planeta3, Fatos Desconhecidos

O efeito do agrupamento viso pode ser apenas por conta de dados tendenciosos. Mas levando em consideração o viés observacional, os pesquisadores descobriam que o agrupamento ainda é estatisticamente incomum, Existe apena 0,4% de chance dele ser um acaso.

E quando eles recalcularam a provável órbita do Planeta Nove, eles conseguiram localizar melhor  para onde olhar. Essa órbita recém calculada coloca o planeta mais perto do sol do que se pensava originalmente.

De acordo com os pesquisadores, as observações feitas até agora descartam as opções mais próximas para esse planeta. Isso os ajuda a restringir a possível localização ainda mais. E se o Planeta Nove realmente existe, o Observatório Vera Rubin o detectará em um futuro próximo.

Fonte: https://www.msn.com/pt-br/cinema/noticias/surpreendente-atores-que-imploraram-para-que-seus-personagens-morressem/ss-AANTSCW?li=BB1clQGu#image=8

Descoberta de ferramenta de osso de 400 mil anos desafia a compreensão dos primeiros humanos

Matéria anterior

10 super carros que os craques do futebol ostentam em suas garagens

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos