Curiosidades

O que aconteceria se a bomba de hidrogênio da Coreia do Norte atingisse os EUA?

0

É bem provável que você já tenha ouvido falar do regime extremamente autoritário no qual a população da Coreia do Norte é obrigada a conviver. Inclusive já falamos sobre o tema. Você pode querer conferir o caso de uma jornalista que viveu disfarçada no país, ou ainda pode querer saber como funcionam as prisões por lá. Enfim, o que mais preocupa pessoas do mundo todo, é a rivalidade declarada entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos.

Constantemente o país vira assunto em grade mundial devido a execução de testes feitos em lançamento de mísseis. Desta vez, os rumores de que podem estar planejando a mais poderosa explosão nuclear da história, é o que realmente nos coloca em estado de alerta. De acordo com Ri Yong Ho, que é ministro das Relações Exteriores, Kim Jong Un tem em mente uma “explosão teste”.

A ideia pode ter sido cogitada após algumas declarações feitas por Donald Trump, presidente dos Estados Unidos. Em um discurso feito na Assembléia Geral das Nações Unidas, Trump afirmou que Jong Un era apenas um “foguete suicida. Ele ainda deixou claro que destruiria completamente a Coreia do Norte caso os EUA ou aliados precisassem se defender de algum ataque terrorista.

O ditador norte coreano chegou a responder, alegando que Trump é apenas um “caduco mentalmente perturbado”, dizendo ainda que “um cão assustado sempre late mais alto”. Yong Ho disse a jornalistas de Nova York que “poderia haver a detonação mais poderosa de uma bomba H no Pacífico […] não temos ideia sobre quais ações poderiam ser tomadas, pois serão ordenadas pelo líder Kim Jong Un“.

Uma grande quantidade de especialistas foram contra o discurso de Trump. Sugerem que as palavras proferidas por ele apenas provocam o ditador, o que pode ser um grande risco. Esse poderia ser o principal motivo para que “finalmente” aconteça um ataque. “Se você se atreve a Kim, isso cria pressão para ele responder com sua própria provocação“, disse Jeffrey Lewis, diretor do Instituto de Estudos Internacionais de Monterey.

O que faz dos testes nucleares atmosféricos, um risco?

O grande problema de todas as explosões com testes nucleares, é que criam muitas incidências radioativas. Isso é um verdadeiro risco inclusive, para a população que habita as redondezas. Embora os testes sejam feitos de forma isolada, nunca se sabe a proporção que a radioatividade ganhará.

Finas partículas provenientes da explosão sofrem precipitação, podendo ser espalhadas pela atmosfera. O risco ainda é muito maior quando os testes são realizados em solo ou próximos da água. Em casos como este, uma explosão nuclear pode desenvolver toneladas de precipitações radioativas. Isso elevaria materiais contaminados até a atmosfera com poder ainda mais forte, podendo espalhá-los por quilômetros de distância.

Onde a bomba seria lançada?

Yong Ho não deixou claro onde Jong Un poderia lançar a bomba. Também não soube explicar o quão hipotética é a ideia. Por outro lado, sempre faz questão de deixar claro que pode ser a mais poderosa explosão já detonada no Pacífico. Tudo indica que seria muito mais poderosa que qualquer bomba já produzida pelos Estados Unidos.

Segundo especulações e afirmações do próprio Kim Jong Un, A Coreia do Norte pode ter um dispositivo termonuclear controlado, que pode ser guiado por aviões, balões ou mesmo algum tipo de plataforma estacionária.

O que aconteceria se a Coreia do Norte lançasse a bomba em Nova York?

Ninguém duvida que este seria um acontecimento completamente desastroso. Segundo a Nukemap (mapa interativo capaz de simular efeitos de armas nucleares e objetos similares), se uma bomba de hidrogênio atingisse o topo da prefeitura de Nova York, uma imensa bola de fogo seria formada, com um raio de aproximadamente 1,9 km².

A biblioteca pública do local, o Supremo Tribunal, e o Hospital Lower Manhattan, junto com todos os seus pacientes, seriam os primeiros a serem completamente tomados por chamas. Apenas para que você tenha uma ideia, a parte ccentral de uma bomba nuclear pode atingir cerca de 66 milhões de graus Celsius!

Consegue imaginar o quão quente isso seria? Pois é… Imagine presenciar algo parecido… Seria a temperatura suficiente para transformar em vapor qualquer metal ou rocha. O que poderia fazer com um ser humano então? Ainda de acordo com a Nukemap, cerca de 385.660 pessoas morreriam na hora, enquanto outras 632.540 ficariam feridas.

Raios de explosão se espalhariam por cerca de 4,2 km em volta da Câmara Municipal. Todo o distrito financeiro seria atingido, e até mesmo o museu memorial do 11 de setembro. A torre do observatório One World e partes da Ponte do Brooklyn também iriam pelos ares. Ainda vale lembrar que a radiação deixaria consequências devastadoras, podendo matar outros milhares de pessoas ao longo dos anos.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

5 piores coisas que os personagens de Grey’s Anatomy já fizeram

Matéria anterior

7 coisas extremamente nojentas que estão em você agora

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications