Fatos NerdNotícias

O que Daniel Radcliffe fez antes de Harry Potter?

0

Toda vez que alguém cita o nome “Daniel Radcliffe”, existe uma única reação possível: a imediata associação dele com Harry Potter. Caso aconteça da pessoa não saber quem é o sujeito mencionado, o primeiro exemplo que você usará será seu papel como protagonista da franquia de magia e bruxaria. Se pararmos pra pensar, é engraçado que, quase uma década após o lançamento de Harry Potter e as Relíquias da Morte: parte 2, a criação de J. K. Rowling se mantenha tão viva. O nome de Radcliffe é indissociável de Potter e, provavelmente, o ator deve estar acostumado com isso, mesmo que involuntariamente. Esperto foi Will Smith, que ao ser escalado para seu icônico personagem em Um Maluco no Pedaço, na década de 1990, sugeriu que o protagonista levasse o seu próprio nome.

Voltando ao caso de Radcliffe, mesmo considerando que o ator esteve em inúmeros filmes e séries desde o fim da saga do jovem bruxo, em 2011, o holofote de sua carreira parece ter estagnado em Potter. De qualquer forma, temos conhecimento de quem é o ator hoje, e até de alguns outros papéis em que ele atuou. No entanto, você já chegou a se perguntar o que ele fazia antes de ser escalado como o menino que sobreviveu?

O ator foi anunciado como Harry Potter no verão de 2000, juntamente com seus colegas Rupert Grint e Emma Watson. Os três jovens, na casa dos dez anos, mal imaginavam a proporção que aquele projeto alcançaria. O sucesso foi tamanho que eles passaram os dez anos seguintes se dedicando totalmente à franquia. Radcliffe, como o garoto propaganda e o protagonista da história, ficou então, eternizado como o garoto bruxo. Porém, esse nem sequer foi seu primeiro trabalho.

Daniel Radcliffe e sua relação com a arte de atuar

Desde muito jovem, Radcliffe afirmava que queria ser ator. Seu primeiro papel nas telas foi na minissérie David Copperfield. A adaptação de duas partes da BBC foi exibida nos dias 25 e 26 de dezembro de 1999. O então ator mirim tinha dez anos quando interpretou a jovem versão de Copperfield. Sua estreia nos cinemas ocorreu apenas alguns meses antes do lançamento de Harry Potter e a Pedra Filosofal. O Alfaiate do Panamá é um suspense de espionagem do diretor John Boorman. O longa é baseado no romance homônimo de John le Carré. Radcliffe estrelou ao lado de nomes como Pierce Brosnan e Jamie Lee Curtis.

Esses dois trabalhos foram os que levaram o astro a conseguir sua audição para Harry Potter. Chris Columbus, o diretor dos dois primeiros filmes da franquia, viu Radcliffe em David Copperfield e, imediatamente, achou que ele se encaixaria no papel. A autora J. K. Rowling apoiou a decisão porque queria alguém relativamente desconhecido vivendo sua criação. Por pouco, Radcliffe não rejeitou o papel. Isso aconteceu porque, à primeira vista, seus pais não concordaram com a extensão do contrato. Ainda bem que, no fim, eles chegaram a um acordo. O primeiro trabalho pós-Potter do astro foi no terror, A Mulher de Preto. Assim como Robert Pattinson após Crepúsculo, o ator tem buscado se reinventar em sua carreira.

7 lugares onde chamas naturais estão acesas há séculos

Matéria anterior

De onde você conhece os atores de Chernobyl

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar