Os cães choram de tristeza? Eles produzem lágrimas?

POR A redação    EM Natureza      21/08/15 às 19h32

Não há dúvidas que os cães conhecem a maldade, inveja e o descontentamento. Durante os primeiros dias em casa, é comum que o filhote chore durante as noites.

Isso acontece porque o animalzinho sente falta do calor de sua mãe. A ansiedade e o medo de desconhecidos também podem ser fatores do choro dos cachorros.

Quando viajamos com o animal para um lugar novo ou deixamos ele na casa de algum amigo é normal que eles chorem, pois sentem uma angústia com a mudança de rotina. Logicamente, os bichinhos também choram quando sentem fome ou sede.

Descubra se os cachorros choram com lágrimas!

sad-dog-600x400

Não há dúvidas que os cães tem sentimentos e são considerados os melhores amigos do homem. A verdade é que eles choram só que sem lágrimas.

Os animais tem capacidade de sentir e expressar seus sentimentos, além de possuírem a capacidade de percepção, recentemente reconhecida pela ciência.

Os bichinhos expressam tristeza através de uivos ou sons pequenos e intermitentes além de apresentar comportamentos e expressões que facilmente são vistos como sinais de tristeza.

saiba-por-que-os-caes-uivam-1

A secreção lacrimal pode ser confundida com lágrimas que é a obstrução do duto nasolacrimal por má formação, inflamação ou formação de cálculo. Assim como o aumento de saliva por causa do estresse ou excitação também pode ser fator de aumento da secreção ocular. São alterações fisiológicas que ocorrem em decorrência dos estímulos isso poderia ser a capacidade de sofrer ou sentir prazer.

O curioso é que os cachorros também sabem manipular. Eles sabem que chorando conseguem que seus donos venha, e muitos animais usam isso para obter a atenção que tanto desejam. Tenho certeza que os donos não resistem! Com lágrimas ou não é difícil não amar os bichinhos, que na maioria das vezes conseguem o que querem demonstrando tristeza. E aí, você também se derrete?

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+