Curiosidades

Pai tatua cicatriz que imita marca de cirurgias cardíacas da filha

Matt Backe tatuagem de cicatriz
0

A primeira cirurgia da pequena Everly Backe aconteceu antes mesmo dela completar um ano de idade. As outras duas que se seguiram também. Isso porque ela tem uma doença congênita, por isso foi necessário tratá-la por meio das cirurgias cardíacas, deixando uma cicatriz em seu peito.

Matt Backe tatuagem de cicatriz

Reprodução

Então, agora com quatro anos de idade, Evie, como é chamada pelos seus pais, tem uma grande cicatriz no meio do peito que sempre estará presente. Contudo, para mostrar que ela não está sozinha e que a cicatriz não a faz ser diferente dos demais, seu pai tomou uma decisão interessante. Ele tatuou um desenho que imita a marca no próprio peito.

Assim, a família é natural de Illinois, nos Estados Unidos e, segundo eles, a marca da filha é chamada de zíper. Dessa forma, podem tratar a cicatriz com maior humor e naturalidade. Além disso, Evie pode vir a passar por mais procedimentos cirúrgicos.

Inicialmente, a cicatriz não era algo muito notado pela criança. Porém, conforme foi crescendo e sua consciência corporal se desenvolvendo, ela começou a fazer mais perguntas, contou Backe em uma entrevista ao programa de TV Good Morning América. Então, o pai teve a ideia de fazer uma tatuagem que imitasse a marca da filha em janeiro de 2022.

“Meu pensamento foi que se eu tivesse uma réplica, poderíamos ser ‘parceiros de zíper’ e ela não teria o sentimento de estar sozinha”, explicou Matt. Ele levou uma foto da cicatriz da filha ao tatuador, que conseguiu reproduzir perfeitamente.

Tatuagens

Reprodução

A ideia de Matt chegou a inspirar a sua esposa, Lauren. Logo, quando ele chegou em casa com a novidade em seu peito, ela teve a vontade de fazer uma tatuagem também.

Seria a sua primeira tatuagem e o desenho escolhido foi de uma linha de eletrocardiograma com as iniciais de Everly e Jack, seu filho mais velho. A linha de eletrocardiograma é aquela que registra os batimentos cardíacos de um paciente.

Matt conta que a filha constantemente compara sua cicatriz com a tatuagem do pai. “Ele não quis que eu ficasse sozinha. Ele queria ser especial como eu”, disse a menina sobre o desenho no peito do pai.

Lauren conta que ao postar a notícia em suas redes sociais, a família recebeu muitas mensagens de apoio. “Nós tivemos mensagens de pessoas que nasceram com doenças cardíacas e que diziam que cresceram com a cicatriz e quando estavam na piscina, cruzavam os braços porque se sentiam constrangidas. Elas entendiam bem o que se passava”, contou. “Ficamos surpresos com todas as pessoas entrando em contato para nos apoiar.”

Fonte: G1

Como receber dinheiro esquecido no Banco Central

Matéria anterior

Como funciona o banheiro de um avião?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos