Curiosidades

Como surgiu a tatuagem?

0

Uma das formas de modificação corporal mais usadas no mundo é a tatuagem. Ela é uma arte feita na pele humana com uma aplicação subcutânea com pigmentos, que são injetados através de agulhas.

Existem as pessoas que amam e as que odeiam. As que são adeptas da tatuagem dizem que, depois que se faz a primeira, não se quer parar mais. Os registros das primeiras tatuagens são antigos. Já foram encontrados registros no antigo Egito, da mesma forma que indícios de desenhos sobre a pele também já foram encontrados em diferentes povos de culturas milenares.

Nesse ínterim, esse tipo de manifestação artística foi surgindo, de forma independente, em diferentes partes do mundo, até que, de uma vez por todas, se popularizou nos dias de hoje.

Tatuagem

Expedição oriente

Atualmente, ter uma tatuagem é bem comum. Tanto que, está se tornando difícil encontrar uma pessoa que não possua pelo menos um desenho ou uma frase em sua pele. Existem trabalhos incríveis, de tirar o fôlego de qualquer um.

A prática pode ser popular hoje, mas tudo indica que ela é tão antiga quanto a própria humanidade. No entanto, como é impossível encontrar corpos de eras antigas que tenham a pele preservada, a origem da tatuagem tem que se basear em amostras mais recentes.

Nesse sentido, tem-se as múmias egípcias do sexo feminino, como a de Amunet, que teria vivido entre 2160 e 1994 a.C. Ela tinha traços e pontos inscritos em sua região abdominal. Ou seja, era um indício de tatuagem já no antigo Egito. Ademais, ela poderia estar relacionada com cultos à fertilidade.

Registros

Aventuras na história

Outro registro antigo de tatuagem foi visto no famoso Homem de Gelo. Ele é uma múmia de aproximadamente 5.300 anos descoberta em 1991, nos Alpes. No corpo do homem podem ser vistas linhas azuis que podem ser o vestígio mais antigo de tatuagem já encontrado.

Embora com tantas incertezas, o ponto que os estudiosos concordam é que, já nos primórdios da humanidade, a tatuagem deve ter surgido. Seu surgimento aconteceu na busca de tentar preservar a pintura no corpo.

“Um dos objetivos seria permitir ao indivíduo registrar sua própria história, carregando-a na pele em seus constantes deslocamentos”, afirmou a artista plástica Célia Maria Antonacci Ramos, da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).

Além disso, a tatuagem se difundiu por todos os continentes, tendo diferentes finalidades, dependendo da região. Ela era usada para rituais religiosos, identificação de grupos sociais, marcação de prisioneiros e escravos, ornamentação e até mesmo camuflagem.

Prática

Curiosidades

No ocidente, ela ficou em desuso por conta da proibição do cristianismo. Foi apenas em 1769 que a prática foi redescoberta, quando o navegador inglês James Cook fez uma expedição para a Polinésia e registrou o costume em seu diário.

“Homens e mulheres pintam seus corpos. Na língua deles, chamam isso de tatau. Injetam pigmento preto sob a pele de tal modo que o traço se torna indelével”, escreveu ele.

Depois de 100 anos disso, Darwin afirmou que nenhuma nação desconhecia a tatuagem. Isso realmente era verdade, visto que, dos índios americanos aos esquimós, da Malásia à Tunísia, a maioria dos povos do planeta praticava ou havia praticado algum tipo de tatuagem.

Em 1891, a máquina elétrica foi inventada e a prática da tatuagem se espalhou mais ainda pela Europa e pelos Estados Unidos. Foi no século XX que a tatuagem, anteriormente quase que exclusiva de marinheiros e presidiários, se tornou mais difundida entre todas as pessoas.

Fonte: Super interessante

Imagens: Expedição oriente, Aventuras na história, Curiosidades

Fallout: o que já sabemos sobre a série de TV

Previous article

Por que alguns pacientes graves melhoram antes de morrer?

Next article

Comments

Comments are closed.