CuriosidadesMundo Animal

Panda gigante não é mais considerado extinto na China

0

O mundo animal é algo fascinante e amplo. Uma simples e rápida observação no meio nos faz ficar com diversas dúvidas a respeito de várias coisas. Isso porque há tanto o que aprender, que estudar ou apenas ver, que não sabemos por onde começar.

Estudiosos do mundo inteiro dedicam suas vidas aos estudos dos animais. Alguns chamam a atenção por causa de suas aparências um tanto exóticas. Outros, se destacam pelo comportamento, alimentação e até mesmo pela forma de reprodução.

Estima-se que existam mais de sete milhões de espécies em todo o planeta. Embora se tenha catalogado apenas cerca de 950 mil até o momento. Por ser tão diverso, é claro que nem tudo foi descoberto a respeito dele. E conforme o tempo passa, coisas novas vão surgindo.

Reino animal

Em suma, existe muito o que descobrir e é isso que move diversos estudiosos. O mundo natural tem um enorme valor. Algo inestimável. Assim, toda ação da humanidade causa um grande impacto na possibilidade de preservá-lo ou destruí-lo.

Principalmente devido às atividades de caça ilegal, ou às graves alterações em seu habitat natural, algumas espécies acabam não resistindo e sucumbem ao seu cruel destino: extinção. A lista de animais ameaçados cresce a cada ano.

Felizmente, alguns animais conseguem sair dessa lista. Como por exemplo, os pandas gigantes, ou pandas selvagens. Esse animal, para várias pessoas, foi um tempo quase que “fictício”. Isso porque, há 150 anos, as pessoas não tinham  certeza de que o panda-gigante era real. Assim, a primeiro ocidental a, de fato, ver o animal foi o francês Armand David, em 1869.

Panda gigante

Na época, David capturou um animal da espécie e tentou levá-lo para Paris. Contudo, o panda acabou morrendo no caminho. Depois disso, somente na década de 1920 um panda-gigante foi devidamente capturado e levado para um zoológico.

Claro que o animal é real, e mesmo não sendo visto por muitos estava em risco de extinção. No entanto, a China fez um anúncio oficial de que esses animais não estão mais ameaçados de extinção.

De acordo com o anúncio das autoridades locais, feito no dia sete de julho, o governo chinês conseguiu aumentar a população de pandas na selva para 1.800 indivíduos. Com esse número, a espécie deixou de ser classificada como “em extinção” e agora é definida como “vulnerável”.

“As condições de vida de algumas espécies raras melhoraram”, explicou Cui Shuhong, diretor do Departamento de Proteção Ecológica do Ministério da Ecologia e Meio Ambiente da China.

Fora de extinção

O diretor também disse que aconteceu o aumento populacional de outras espécies em perigo. Como por exemplo, os  tigres siberianos, leopardos e íbis-do-japão.

Durante 50 anos, a China tentou aumentar a população de pandas. O país fez isso criando várias cadeias de montanhas para salvar a espécie de extinção. Visto que esse animal é considerado um verdadeiro tesouro nacional.

Além disso, também existe a dificuldade de procriação desses animais. Até porque, as fêmeas só conseguem engravidar por 24 a 72 horas por ano.

Assustadoras aparência dos anjos, segundo a Bíblia

Matéria anterior

Quer perder peso? Então esses 7 alimentos são proibidos na hora do jantar

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Mais em Curiosidades

Você também pode gostar