Entretenimento

Pantanal: as diferenças entre o Jove atual e o da versão de 1990

0

O personagem Joventino, apelidado Jove e originalmente interpretado por Marcos Winter, cativou os telespectadores durante a transmissão original da novela “Pantanal”, pela Rede Manchete, em 1990.

Líder de audiência, o protagonista da segunda fase da novela apresenta um desencontro cultural com o pai e a cultura pantaneira junto com uma adaptação à área rural, marcada pela sua paixão por Juma Marruá.

Na nova versão, atualmente exibida pela TV Globo na faixa de novelas das 21h, o personagem é interpretado por Jesuíta Barbosa. O novo roteiro também conta com as adaptações de Bruno Luperi.

O remake chamou a atenção por causa das diferenças de comportamento entre o primeiro Jove e o atual. Algumas dessas mudanças foram apoiadas por internautas em vídeos comparativos usando imagens resgatadas da transmissão original.

A diferença que mais chamou atenção foi o fato do novo Jove ser vegano, que assumiu tal modo de vida para o pai, José Leôncio, durante um convite para comer carne num churrasco de família.

Na versão original, Jove aceita o prato e é repreendido ao sentar-se de pernas unidas, sinal que era visto como uma “ausência de masculinidade” pelos pantaneiros presentes.

Enquanto isso, na nova versão, foi adicionado no roteiro uma explicação para o rapaz não comer alimentos de origem animal, alegando como justificativa a crueldade animal. No entanto, essa não é a única diferença entre o personagem de 2022 e o de 1990.

Diferenças do Jove

Foto: Reprodução

Nem mesmo a aparência de Joventino foi reproduzida na íntegra. Na interpretação de Marcos Winter, o jovem fazia questão de se apresentar de maneira mais engomada, com ondas de cabelo lisas e camisas sociais.

Já na versão de Jesuíta, Jove tem cabelos ondulados despojados e utiliza diversas camisetas estampadas, coloridas e de manga curta.

Diálogos ácidos

Foto: Reprodução

As conversas entre pai e filho eram mais ácidas na primeira versão. Um bom exemplo é quando José Leôncio pergunta o que o filho fazia antes de visitá-lo e Jove se descreve como “vagabundo por vocação”, o irritando.

Da mesma forma, o pantaneiro pressionava o filho com comentários homofóbicos por causa do seu comportamento sensível. Como foi decidido cortar esse fator no remake, outra marcante característica do personagem foi excluída.

Além disso, em uma das cenas originais, Jove esbanja deboche ao ser acusado por uma ex-namorada de ser “uma bicha louca”, segundo informações do jornal DCI.

Ao confrontá-la, Jove brinca com a situação e confirma que era gay, saindo da cena em passos lentos, rebolando o quadril, como uma maneira de apontar que era afeminado.

Pantanal: Leandro Lima admite medo de machucar atriz em cenas de sexo

Foto: João Miguel Júnior/ Globo

O ator Leandro Lima, de 40 anos, aproveitou a folga nas gravações de “Pantanal” (TV Globo) para curtir o Carnaval fora de época no Rio de Janeiro. Durante a folia, o artista concedeu uma entrevista à “Quem” sobre o sucesso do programa.

“É algo que eu já esperava. É uma novela que a gente está fazendo com tanto carinho e houve uma integração tão linda da equipe com o elenco que só podia resultar nisso, em um sucesso estrondoso. Espero que a gente chegue ao sucesso da primeira versão”, afirmou. 

O personagem interpretado por Leandro é Levi, um dos peões da fazenda de José Leôncio. Inicialmente apaixonado por Muda (Bella Campos), ele acabará se envolvendo com uma mulher mais velha e casada, Maria Bruaca (Isabel Teixeira), o que despertará a ira do  marido dela, Tenório (Murilo Benício). 

“O mais difícil [de ‘Pantanal’] são as cenas de ação, as cenas quentes também, porque a gente tem medo de alguém se machucar. Porque, como a pegada é bruta, às vezes eu me preocupo de machucar ela. Mas a repercussão vai ser legal”, disse o ator.

Fonte: Aventuras na História, Splash

Benefícios e perigos de se passar limão debaixo do braço

Matéria anterior

Polêmica: chocolate branco é realmente um chocolate?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos