• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Podemos ter descoberto uma maneira de levitar coisas usando apenas luz

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      22/03/19 às 14h45

É possível mover objetos com a força da mente? Seria algo bem interessante, não é mesmo? Quem não gostaria de se tornar um X-Men? A vida poderia ser bem mais simples se conseguíssemos transportar coisas sem necessariamente carregá-las. Mas talvez isso esteja bem próximo, não com a força da mente, mas usando luz.

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) alegam que descobriram uma forma de levitar e impulsionar objetos usando apenas luz, mesmo que até o momento, o trabalho continue sendo teórico.

Eles planejam usar essa técnica para "controle de trajetória de naves espaciais ultraleves e até velas leves a laser para exploração espacial", segundo um artigo publicado na revista Nature Photonics. Com isso, não seria necessário combustível, apenas um poderoso laser disparado contra uma espaçonave de volta à Terra.

Levitação por luz

Os cientistas do Caltech desenvolveram um sistema quem foi chamado de "levitação e propulsão fotônica", projetando um padrão complexo que poderia ser gravado na superfície de um objeto.

Quando o feixe de luz concentrado é refletido a partir da corrosão, faz com que o objeto se "auto-estabilize", enquanto tenta permanecer dentro do raio laser focalizado, afirma eles.

A descoberta que disponibilizou as bases para a nova pesquisa foi graças ao desenvolvimento de "pinças ópticas", instrumentos científicos que usam um poderoso feixe de laser para aproximar ou afastar objetos microscópicos. Como se pode imaginar, umas das grandes desvantagens, é que eles só são capazes de manipular objetos minúsculos a distâncias microscópicas.

No entanto, para Ognjen Ilic, que é o primeiro autor do novo estudo, o conceito da pinça e suas limitações não é um fator tão complexo: "Pode-se levitar uma bola de pingue-pongue usando um fluxo constante de ar de um secador de cabelo", disse ele em uma declaração.

"Mas não funcionaria se a bola de pingue-pongue fosse muito grande, ou se estivesse muito longe do secador de cabelo, e assim por diante.

Os pesquisadores do Caltech, explicam no artigo, que sua manipulação da luz, teoricamente, poderia funcionar também com objetos de qualquer tamanho, desde micrômetros até o tamanho de uma espaçonave.

Por enquanto essa teoria ainda não foi testada no mundo real, mas os pesquisadores dizem que se ela se concretizar, será possível enviar uma espaçonave à estrela mais próxima fora do nosso Sistema Solar, em apenas 20 anos.

"Há um aplicativo audaciosamente interessante para usar essa técnica como meio de propulsão de uma nova geração de espaçonaves", disse Harry Atwater, professor da Divisão de Engenharia e Ciências Aplicadas da Caltech, "Estamos longe de realmente fazer isso, mas estamos no processo de testar os princípios".

Levitação por som

Levitação de objetos pelo visto é o tema de estudo de vários pesquisadores. Cientistas da Universidade de Tóquio, no Japão, conseguiram fazer com que pequenas partículas levitem e se movam enquanto estão suspensas no ar.

A técnica japonesa, é chamada de levitação acústica e pode ser realizada através de ondas sonoras. Teoricamente, é possível levantar qualquer objeto e movê-lo no ar utilizando uma quantidade suficiente de energia para levitar o elemento sem ajuda de forças externas.

"Nosso sistema de manipulação tem duas características originais. Uma delas é a direção do feixe de ultra-sons, que é arbitrária porque a força que atua no centro da matéria também é utilizada. A outra é o princípio de manipulação pelo qual uma onda sonora é gerada naquele ponto arbitrário e movida tridimensionalmente por matrizes ultra-sônicas e em fases opostas", explicam os especialistas Yoichi Ochiai, Takayuki Hoshi e Jun Rekimoto.

Isso significa que ao mover partículas para pontos onde o som é controlado, é possível manipulá-las acusticamente para que elas levitem no ar. Levando em consideração a quantidade de energia usada no objeto, ele pode ir para cima ou para baixo, para os lados ou ainda girar em 360°.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+