Curiosidades

Por que muitas pessoas gostam do cheiro da gasolina?

0

Todos nós temos as nossas individualidades e isso não é novidade para ninguém. O que gostamos de comer, o cheiro que nos agrada, as bebidas preferidas e até a forma como vemos o mundo. É por isso, que sempre falamos: beleza é relativa, pois o que um vê como algo belo, pode não ser visto da mesma forma por outros. No entanto, existem algumas coisas que gostamos e que acaba sendo do gosto de muitas outras pessoas, inclusive próximas a nós. Podemos observar isso em um posto de gasolina, por exemplo. Embora algumas pessoas fiquem relutantes em admitir, mas o fato é que muita gente realmente gosta do cheiro de gasolina.

É claro que, mesmo com muitas pessoas achando o cheiro da gasolina bom, existem várias outras que acham esse odor algo extremamente nauseante. É interessante pensar sobre isso e o motivo de tanta gente gostar do odor químico. Por que agrada tanto o olfato? Existem alguns motivos explicáveis para isso e foi pensando neles que resolvemos trazer essa matéria. Confira então conosco e surpreenda-se. Aproveite para compartilhar com seus amigos desde já e, sem mais delongas, vamos lá.

O ingrediente mágico da gasolina

Precisamos, antes, investigar mais fundo o combustível em si. A gasolina é um coquetel químico. Isso quer dizer que é feita com vários ingredientes, incluindo lubrificantes, agentes antiferrugens e centenas de outros compostos químicos, conhecidos como hidrocarbonetos. No entanto, entre todos os compostos, o benzeno é o responsável pelo cheiro que sentimos. Ele é adicionado para aumentar os níveis de octanagem, assim melhorando o desempenho do motor e a eficácia da gasolina. O cheiro natural do benzeno é interpretado como algo sensível pela maioria dos narizes.

O mais curiosos de tudo é que não é novidade gostar desse cheiro. Durante o século XIX e começo do século XX, o benzeno chegou a ser adicionado às loções pós-barba. Tudo isso para dar um cheiro especial. Ele também já foi usado como solvente para descafeinar o café. No entanto, esses usos não duraram muito e por algumas razões: o benzeno é um agente cancerígeno que pode causar muitos danos quando inalado em altas concentrações a um longo prazo. Embora não haja uma explicação científica do porquê gostamos do cheiro, existe uma teoria.

A relação entre o combustível e o acionamento de boas memórias

Nosso nariz é capaz de evocar memórias, quando sentimos um cheiro familiar. O cheiro do peru assado, por exemplo, nos faz lembrar das festas de final de ano. Chamamos essa conexão entre perfume e memória de “fenômeno de Poust”. O olfato segue uma linha direta até o nosso cérebro, então nos traz memórias fortes e instantâneas. Por esse motivo, vários cheiros fazem com que o nosso cérebro forme memórias fortes e emocionalmente salientes em vários aspectos.

No caso das pessoas que gostam do cheiro da gasolina, elas podem ter formado uma memória agradável, ligada ao odor do combustível, ou melhor, ao benzeno. Talvez, o cérebro dessas pessoas tenha vinculado o cheiro da gasolina a lembranças da infância, das viagens de verão, ou até mesmo aos tempos gastos na garagem de casa. Desta forma, você percebe o aroma de benzeno como desencadeador de uma sensação acolhedora e nostálgica, associada a memória marcante.

E aí, você também gosta desse cheiro? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

7 lugares macabros do mundo que você não conhecia

Matéria anterior

Centenas de abutres-negros invadem pequena cidade da Pensilvânia

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar