O filme The Last Days of American Crime, uma das produções mais recentes da Netflix, conseguiu a proeza um tanto quanto rara quando o assunto é críticas negativas. Desse modo, o longa-metragem foi avaliado com zero porcento no site Rotten Tomatoes, especializado em críticas de filmes e séries. Mas, afinal, por que o novo filme da Netflix está recebendo notas tão baixas?

Além da avaliação geral de 0%, a percepção popular avalia o filme com 26% de aprovação, de um total de 134 submissões. Em outros sites especializados, a recepção do filme não é das melhores também. No Indiewire, por exemplo, The Last Days of American Crime é descrito como: "tão ruim que deveria ser ilegal. Édgar Ramírez e Michael Pitt são desperdiçados em uma história de ficção científica profundamente estúpida sobre o futuro do fascismo nos Estados Unidos".

Um dos piores filmes da plataforma de streaming

Publicidade
continue a leitura

Sendo baseado na história em quadrinhos de Rick Remender e Greg Tocchini, lançada em 2009, o filme acaba fazendo mais do mesmo. Dessa forma, muitas críticas apontam que o longa apresenta uma narrativa clichê, mas para além disso, também erra no desenvolvimento de personagens e nas cenas de ação, que são pouco inovadoras. Com isso, muitos sites não estão economizando palavras para criticar o filme.

Na trama, o governo dos Estados Unidos planeja transmitir um sinal que impossibilita que as pessoas cometam crimes dos mais diversos. Assim, para enfrentar a resposta do governo ao terrorismo e a criminalidade, Graham Bricke inicia um plano para mudar isso. Dessa forma, ele junta ao gangster Kevin Cash e à maior hacker do mundo, Shelby Dupree, para cometer o assalto do século e último crime da história americana. Tudo isso antes de o sinal disparar.

Olhando a trama, podemos afirmar que o filme foi lançado na hora e lugar errado. Segundo a Variety, é "difícil imaginar um longa menos adequado ao momento do que este". Dito isso, o filme é "complicado e frequentemente ofensivo sobre criminosos que procuram brechas em um estado policial".

Publicidade
continue a leitura

O filme é mesmo tão ruim como estão falando?

Mesmo chamando atenção pelo elenco, o filme não consegue se manter. Dessa forma, considerando o momento atual, a violência apresentada na trama é "gratuita" e não oferece nada ao público. Segundo a Rolling Stone EUA, o filme é definido como "não, nope, nah-ah, errado". "Deus, isso é tão errado. É como um ato inacreditável, completamente estonteante e um 'que' de você-só-pode-estar-brincando! Precisamos rir para não chorar. O que está acontecendo?", completa a crítica do site.

Publicidade
continue a leitura

Se compararmos com outros filmes, "O Último Mestre do Ar", de 2010 e baseado na série animada, possui 5% de aprovação no Rotten Tomatoes. Assim, outros filmes como o live action de "Max Steel" e "The Ridiculous 6", também atingiram a proeza de uma nota zero no site.

Sem dúvida, esses são números preocupantes para a Netflix. Contudo, até o momento, ainda não sabemos como os números está se saindo em exibições na plataforma. Mas, de toda forma, pelo que sabemos da Netflix, esses dados provavelmente não serão divulgados. Por fim, para os interessados em se arriscar, o filme já está disponível na plataforma.

Publicado em: 10/06/20 21h06