Notícias

Príncipe William quebra protocolo e abraça idoso na Escócia

0

O príncipe William, o segundo na linha de sucessão da coroa do Reino Unido, quebrou um protocolo real e surpreendeu seus admiradores ao abraçar um idoso que se emocionou ao conhecê-lo. O evento ocorreu nesta semana, durante uma visita à Escócia.

O duque de Cambridge foi recebido com sua esposa, Kate Middleton, por uma multidão de fãs da família real do lado de fora de um centro comunitário que atende jovens e famílias carentes.

De acordo com o portal britânico The Sun, o abraço do príncipe foi recebido pelo aposentado William Burns, de 66 anos. Há séculos a população interage com membros da família real curvando-se ou fazendo reverência. 

O  The Sun ainda informou que supostamente o casal deseja utilizar apenas seus primeiros nomes, abandonando os títulos reais, em uma tentativa de modernizar a monarquia. Depois de abraçar o idoso, William foi chamado de “príncipe do povo”, assim como sua mãe, a princesa Diana, era apelidada de “princesa do povo”. 

A visita de William e Kate à Escócia faz parte das celebrações do Jubileu de Platina da rainha Elizabeth II, que completa 70 anos de reinado em junho.

Príncipe William fala sobre princesa Diana em discurso

Foto: Reprodução

Ainda nesta semana, na terça-feira (10/05), o príncipe William, acompanhado de sua esposa, Kate Middleton, também participou da inauguração de um memorial em homenagem às vítimas de um atentado ocorrido em 2017. 

O ataque foi executado por um homem-bomba durante uma apresentação da cantora Ariana Grande. Ao todo, 22 pessoas foram mortas e 59 ficaram feridas, de acordo com publicação do G1 na época. 

A construção criada para manter viva a memória das vítimas foi nomeada como “Glade of Light” (“Clareira de Luz”, em tradução livre). 

“Existe conforto em relembrar. Em reconhecer que, embora tenham sido levados de forma horrivelmente prematura, eles viveram. Eles mudaram nossas vidas. Eles eram amados e eles são amados. É por isso que memoriais como o Glade of Light são tão importantes. Por isso que Kate e eu queríamos tanto estar aqui hoje”, discursou William durante o evento. 

Diana

Foto: Getty Images

Durante a abertura do centro, o príncipe relembrou sua própria perda pessoal, a de sua mãe, Diana. A princesa morreu quando o filho tinha apenas 15 anos, depois de sofrer um acidente de carro. 

“Como alguém que vive com sua própria dor, também sei que o que mais importa para os enlutados é que aqueles que perdemos não sejam esquecidos”, disse o príncipe William.

Confira um vídeo do evento abaixo:

William teria desrespeitado funcionário real na infância

Foto: Divulgação/ The Royal Family Channel/ Getty Images

Outro assunto envolvendo o príncipe William surgiu após a publicação do livro “The Palace Papers” (Os Papéis do Palácio, em tradução literal) no final de abril. Escrita pela jornalista Tina Brown, a obra revela detalhes sobre o comportamento do príncipe durante a infância.

De acordo com a autora, o príncipe William, segundo na segundo na linha de sucessão ao trono britânico, deu bastante trabalho aos funcionários reais, quando ainda era criança.

O livro relata que os funcionários do palácio afirmam que o duque de Cambridge tinha um hábito “pouco atraente” em relação à sua babá, Barbara Barnes.

De acordo com Tina, aos quatro anos de idade, William tinha o costume de responder de forma mal educada à sua cuidadora e se recusava a obedecê-la. A autora ainda destacou que o príncipe teria dito que ninguém poderia mandar nele e que quando “se tornasse rei”, puniria a funcionária.

Segundo a obra, o comportamento do futuro rei deixava a rainha Elizabeth II “triste” e “irritada”. “Ela [rainha] não achava graça que ele adorasse dizer: ‘Quando eu for rei, vou fazer uma nova regra'”, afirma a autora.

Fonte: R7, Aventuras na História, Metrópoles

STF autoriza licença de 180 dias para tenente da marinha que é pai solo

Matéria anterior

Mulher viraliza mostrando próteses de silicone nojentas depois de 13 anos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos