• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Quanto tempo leva para criar ou quebrar um hábito?

POR Pietro Bottura    EM Curiosidades      15/09/14 às 21h36

O número que você vê em muitas dietas, programas de passo-a-passo e projetos de estudo não é acidental e quase sempre marca a mesma quantidade: 21 dias. Mas de onde será que saiu essa concepção quase universal de que 3 semanas seriam o suficiente para educar seu corpo e mente?

De acordo com o psicólogo Jeremy Dean, entretanto, autor do livro "Criando hábitos, quebrando hábitos: por que fazemos coisas, por que não fazemos, e como fazer mudanças pegarem", a quantidade seria um tanto mais pesada: 66 dias. Na verdade, esse número vem da média de diferentes teste, o que mostra que o tempo pode variar dependendo da dificuldade da atividade.

Em estudos realizados com diversos voluntários, Dean mediu a quantidade de dias necessária até que os participantes realizassem um determinado hábito (ou parassem de fazê-lo) sem perceber, ou seja, de forma automática.

Enquanto beber um copo de água ao acordar passou a ser um hábito rotineiro em apenas 20 dias, exercitar-se diariamente levou 84. Portanto, infelizmente, a tendência é que se você estiver tentando algo fácil - do tipo comer uma maçã todo dia ou ir até a padaria a pé - três semana seja um período realmente ideal.

Entretanto, se o que você quer é tocar um instrumento novo, aprender a falar uma língua ou ser um desenhista fotorrealista, é melhor preparar a bunda para a cadeira e ter uma paciência um pouco maior, porque além da prática diária, estima-se que sejam necessárias 10 mil horas para se tornar especialista em alguma coisa.

46904_362152563889369_1481455502_n

Você depois de ler essa matéria.

Próxima Matéria
Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+