Notícias

Sandra se pronuncia após ser vista dentro de carro com sem-teto

0

Pela primeira vez, a mulher que foi vista com morador de rua se manifestou quanto à situação e à repercussão do caso. Em sua conta no Instagram, Sandra Mara Fernandes postou uma foto com seu marido, Eduardo Alves, e na legenda, agradeceu o apoio que recebeu depois de dias difíceis.

Além disso, ela aproveitou para expressar sua indignação com a forma como o tema familiar foi tratado Brasil afora. Segundo ela, o episódio a deixou em estado de dilaceração. Porém, de acordo com a comerciante, agora ela compreende bem o que ocorreu no dia em que estava em Planaltina (DF) junto com Givaldo Souza, o morador de rua que ficou famoso com a cena.

Fonte: SBT / Reprodução

“Eu não escolhi ter um surto!”

De início, Sandra se apresenta como mãe da Anna Laura e esposa do personal trainer Eduardo Alves. Então, ela agradece pelo apoio que recebeu não só de seu núcleo familiar, mas também a profissionais como médicos, psicólogos, enfermeiros e assistentes sociais. Segundo a comerciante, agora ela entende a situação em que se encontrava quando entrou no carro com o morador de rua.

Na ocasião, as câmeras filmaram o momento em que o marido de Sandra chega e flagra Sandra nua junto com Givaldo Souza. Em seguida, o profissional de educação física agride o sem-teto diversas vezes, ao ponto de deixar diversos hematomas em seu rosto.

Nesse sentido, o que era para ser uma questão conjugal ganhou manchetes no Brasil todo, por conta da excêntrica presença de um morador de rua como pivô de uma suposta traição. Sendo assim, piadas sobre o episódio surgiram a todo instante, e junto com elas, a exaltação do morador de rua. Quanto a isso, Sandra desabafa:

“Fui VÍTIMA de chacotas, humilhações em rede nacional. Fui taxada como uma mulher qualquer, uma mulher promiscua, uma mulher com fetiches, uma traidora. E mais ofendida ainda por ter sido atacada por outras mulheres que entenderam que eu merecia o pior. Eu sempre soube que vivemos numa sociedade desigual, mas eu NÃO escolhi ter um SURTO, eu NÃO escolhi ter sido HUMILHADA, eu NÃO escolhi ter minha vida EXPOSTA e DEVASTADA!”

Além disso, ela destacou o papel de seu marido no suporte a ela durante o momento de completa instabilidade psicológica: “agradeço ao meu esposo por tudo que ele fez por mim. Ele me defendeu durante e depois do ocorrido, pois sabe que em condições normais eu jamais teria permitido passar por aquilo”.

Fonte: @sandramarafernandesoficial / Instagram

Caso de Justiça

De antemão, Sandra contou que acionou a justiça para buscar reparações aos danos que lhe causaram tamanha exposição. Isso porque, fora as páginas de humor, o próprio Givaldo relatou a situação de forma teatral, o que inflou os memes ainda mais.

Dessa forma, a comerciante se comprometeu judicializar o acontecido: “hoje eu busco na JUSTIÇA os meus DIREITOS , pois nunca faltei com respeito com ninguém e não merecia ter sido tratada como uma qualquer, e ,  principalmente, ter sido usada como OBJETO de prazer durante DELÍRIOS e ALUCINAÇÕES que confundiram minha mente e me colocaram num contexto NOJENTO e SÓRDIDO.”

Por fim, ela diz que, com amparo de sua fé, está se recuperando do trauma. “Sigo BATALHANDO, um dia de cada vez para retomar a minha existência e vou conseguir porque DEUS é maior e infinitamente bom!”, fecha Sandra.

Após a situação com a comerciante e o personal, Givaldo de Souza se tornou figura pública, e hoje, ganha com isso. Atualmente, ele mora em um flat em Brasília e chega a ganhar 13 mil reais por semana gravando mensagens para casamentos e aniversários. Além disso, o ex-morador de rua faz presença VIP em festas, e inclusive esteve na Sapucaí durante os desfiles de Carnaval.

Fonte: Folha do Estado

Fonte: UOL.

Segredos que o Vaticano não quer que você saiba

Matéria anterior

Prepare-se para o último feriado prolongado de 2022

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos