Você se lembra do meme da "bêbada de Curitiba"? Em 2012, esse meme fez com que Stephany Rosa da Silva ficasse famosa na internet. Assim, até os dias de hoje é possível encontrar pessoas usando seu vídeo como figurinhas, GIFs ou imagens em comentários. Entretanto, mesmo fazendo tanto sucesso, o que muita gente não sabe é que, desde 2018, a jovem lutava contra um câncer no ovário.

Para tratar do câncer, recentemente, Stephany Rosa havia feito uma vaquinha online para custear um tratamento alternativo contra a doença. Dessa forma, esse tratamento seria menos doloroso e poderia ser mais eficaz. No entanto, a jovem, de 30 anos, acabou não resistindo. Assim, a confirmação da sua morte veio através de uma postagem feita nas redes sociais de sua mãe.

Há dois anos, a jovem lutava contra um câncer no ovário

Publicidade
continue a leitura

Para além do vídeo que viralizou nas redes sociais, Stephany trabalhava com consultora de vendas de produtos de beleza. Mas, em seus últimos dias, a jovem permaneceu internada no Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba, capital do Paraná. "É um câncer de ovário com características de câncer de intestino. Mas só pela posição em que o tumor estava", relatou Stephany em um vídeo publicado no perfil dela no YouTube.

Em sua última postagem nas redes sociais, feita no dia 6 de junho, Stephany falava sobre o tratamento alternativo. "Como a maioria de vocês já sabem, luto contra o câncer há quase 2 anos. E resisti em pedir ajuda financeira, mas agora, sem perspectiva de eficácia do tratamento na medicina tradicional, estou atrás de alguns recursos da medicina alternativa, bem como uma cuidadora e algumas outras coisas que estão descritas na vakinha", afirmava na postagem. "Eu venci cada um desses medos, eu falei tanto dessa vakinha para as pessoas e agora ela é uma REALIDADE, finalmente. Estou feliz e grata, independente do resultado, porque cresci muito no processo", completou Stephany.

Sua imagem era conhecida nas redes sociais

Publicidade
continue a leitura

De acordo com a descrição da vaquinha, Stephany pretendia arrecadar R$ 20 mil para o tratamento. No entanto, até esta segunda-feira (14/07), o valor arrecadado já havia chegado a R$ 121.748, 71. Ou seja, seis vezes mais do que o esperado. Contudo, Stephany acabou morrendo antes de iniciar o tratamento alternativo.

Com a confirmação de sua morte nas redes sociais, sua mãe também disse que o velória acontecerá no cemitério Santa Cândida, em Curitiba. Desse modo, o sepultamento está marcado para as 11 horas desta terça-feira (14/07). No entanto, por conta da atual restrição de distanciamento social, o velório deverá ser voltado apenas para a família da jovem. Hoje, muitos familiares e pessoas próximas da jovem postaram mensagens em ser perfil nas redes sociais.

Publicidade
continue a leitura

Em 2012, Stephany Rosa ficou mais conhecida como a "bêbada de Curitiba". Isso aconteceu após ela ter sido detida dirigindo com sinais de embriaguez. Assim, com seu humor alterado, a jovem deu uma entrevista para a Rede Massa, afiliada ao SBT (Sistema Brasileiro de Televisão). Depois disso, o vídeo viralizou nas redes sociais e até hoje pode ser encontrado até hoje em forma de memes ou figurinhas.

Publicado em: 14/07/20 01h30