Curiosidades

Tioacetona, o composto mais fedido do mundo

0

Vamos combinar… em um dia de verão, o lixo, que fica muito tempo em um determinado local, começa a emitir um odor extremamente desagradável. Assim também é esgoto. Ah, e banheiros públicos, se não são limpos constantemente, ninguém suporta o cheiro, não é verdade? Mesmo que todos os cenários descritos acima sejam absurdamente angustiantes, não há nada pior que o odor da tioacetona. De acordo com os cientistas, o composto, organossulfurado, é o mais fedido do mundo.

Tioacetona

O composto é altamente complicado de se produzir, pois somente é possível obtê-lo com temperaturas acima de -20° C. A história mais famosa envolvendo o tioacetona remonta a 1889, quando trabalhadores de uma fábrica de Freiberg, uma cidade alemã, tentaram produzir um composto químico simples, mas potente. Os trabalhadores, acidentalmente, acabaram despertando o pânico entre os residentes, pois o resultado gerou um odor “ofensivo, que se espalhou rapidamente por uma grande área da cidade, causando desmaios, vômitos e, consequentemente, uma rápida evacuação”.

Algo semelhante aconteceu em 1967, quando os britânicos Victor Burnop e Kenneth Latham – ambos pesquisadores da estação Eso Research – tentaram usar tiocetonas para criar novos polímeros. Por alguns instantes, ambos profissionais deixaram um frasco com o resíduo aberto. Por conta disso, o odor ocasionou náuseas em todos que trabalhavam a centenas de metros de distância. “Nos deparamos com um problema terrível”, relataram os pesquisadores.

“Na época, retiramos uma rolha de um recipiente na qual estava o composto. Embora tivéssemos tampando o recipiente minutos depois, recebemos inúmeras queixas de náuseas e mal-estar de colegas que trabalhavam em um prédio a duzentos metros do laboratório. Dois de nossos químicos, quando chegaram em um restaurante próximo para almoçar, tornaram-se vítimas de olhares hostis e ambos foram humilhados por uma garçonete que teve que ficar pulverizando a área com um desodorante”.

Curiosidades

Curiosamente, ninguém sabe explicar ao certo porque o tioacetona exala um odor tão ruim. O enxofre, ligado à sua estrutura química, provavelmente é o culpado, mas o motivo do composto liberar um cheiro capaz de causar náuseas e vômitos segue intrigando os cientistas. “O composto fede, simples assim. Além disso, o odor, além de ser implacável, é incrivelmente insuportável”, disse o químico Derek Lowe à Sciencemag. “Aqueles cujos narizes são dominados pelo odor do composto acabam sentindo até dores na barriga”.

De acordo com Benjamin Andrikopoulos, mestre em química pela Universidade de Melbourne, na Austrália, aqueles que sentem fortemente o odor do tioacetona herdaram o olfato aguçado das gerações anteriores. Ao longo de dezenas de milhares de anos, alguns de nós se tornaram capazes de sentir o cheiro de compostos que contêm enxofre a distâncias abismais.

“Os odores desafiavam os cientistas que atuam em laboratório. Muitos pesquisadores, com o tempo, passam a se acostumar com o cheiro que cada composto emana”, explica Andrikopoulos. “Mas quando envolve a tioacetona, a coisa muda de figura. Para se ter uma ideia, uma vez, dispersamos os cientistas em nosso ambiente de trabalho e, em seguida, despejamos uma gota de tioacetona nos exaustores. O odor foi detectado em questão de segundos”.

“O pior é que o odor fica impregnado. Ou seja, pode levar dias até que o menor sinal do composto desapareça. Por mais curioso que eu esteja sobre a lendária potência do tioacetona, espero nunca mais ter que me deparar com o odor. Sempre achei que os frutos do mar em decomposição fediam, mas isso é muito pior”.

O que aconteceu com o elenco de Pretty Little Liars?

Matéria anterior

Homem mora por três meses em aeroporto dos EUA

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar