• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Um túmulo de 3600 anos de idade repleto de riquezas foi encontrado em uma cidade bíblica

POR Jesus Galvão    EM Mundo Afora      03/04/18 às 18h37

Ao norte de Israel, está localizado o sítio arqueológico de Megido. O lugar citado na Bíblia como cenário para o Armagedom tem sido estudado por pesquisadores há mais de um século. Mas uma novidade tem animado os pesquisadores. Um túmulo intacto de 3.600 anos estaria guardando os restos de uma antiga realeza local. Isso devido a quantidade de artefatos valiosos encontrados.

Templos, palácios e muralhas já haviam sido descobertos anteriormente pelos arqueólogos na cidade. Alguns datados do período da Idade do Bronze e do Ferro, 3300 a 586 a.C. O túmulo foi encontrado próximo a um palácio real, descoberto na década de 30, através de uma passagem subterrânea. Os cientistas começaram a notar rachaduras em uma área de escavação, e foi quando perceberam que ali havia muito mais do que esperavam.

O túmulo

No túmulo foram encontrados os restos que aparentemente eram de uma família. Um homem com cerca de 50 anos, uma mulher com cerca de 30 anos e uma criança de idade entre 8 e 10 anos. Todos enterrados com adornos de ouro e prata, incluindo anéis, broches e braceletes. O corpo do homem usava uma diadema e um torque de ouro. Outros itens encontrados na tumba foram vasos de cerâmica e jarros de pedra que teriam sido importados do Egito.

"Estamos falando de um enterro familiar de elite por causa da estrutura da tumba, e dos valorosos objetos. Além de que o lugar do enterro está localizado nas proximidades do palácio real", disse Israel Finkelstein, um dos arqueólogos que trabalha no local desde os anos 90. Outros corpos foram encontrados no túmulo, os quais os arqueólogos atribuem a uma atividade ritual de duas fases. Onde os indivíduos mais velhos foram desenterrados e enterrados novamente mais abaixo, dando lugar aos três mais novos e mais ricos

O próximo passo dos pesquisadores é fazer uma varredura no DNA dos restos mortais encontrados para averiguar se eles possuem a mesma origem dos habitantes da cidade a qual eles foram sepultados. "Esses estudos podem vir a revolucionar o que se sabe a respeito da população de Canaã. Antes mesmo do surgimento da história contada na Bíblia", disse Finkelstein.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não se esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   IFL Science  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+