Você sente sono mesmo depois de dormir de forma excessiva? Pessoas que sofrem de hipersonia costumam sentir extremo cansaço durante o dia e fadiga. Eles não conseguem ter um sono revigorante e sentem sonolência constantemente. Essas pessoas costumam ter uma grande facilidade para dormir, mas uma enorme dificuldade de se sentirem ativos. Devido a isso, normalmente pessoas confundem os sintomas com estresse ou "preguiça". Felizmente essa condição rara possui tratamento. Pessoas que convivem com esse transtorno devem procurar um médico especializado em sono.

A Fatos Desconhecidos traz para você hoje uma matéria falando um pouquinho mais sobre esse distúrbio do sono tão curioso. Talvez você ache que é rotina a causa dessa "moleza" incessante, mas existe a possibilidade de você estar com Hipersonia. É sempre importante se cuidar, então fique de olho nesses sintomas e procure assistência especializada.

Hora de dormir

Publicidade
continue a leitura

Algumas pessoas dormem por horas e horas, acordam e dormem mais, porém continuam com sono. Normalmente, essas pessoas se sentem cansadas e confusas quando acordam e reclamam de continuarem sonolentas mesmo depois de seu descanso. Esses indivíduos que possuem esse distúrbio, acabam usando despertadores e alarmes para conseguirem levantar da cama no horário que desejam. Mesmo assim, elas acordam fadigadas e desorientadas.

De acordo com a Associação Espanhola de Narcolepsia e Hipersonia (AEN), isso acaba afetando a auto-estima e a vida social de um indivíduo. Durante o dia, as pessoas que sofrem com hipersonia têm a sensação de sonolência constante.

Hipersonia

Publicidade
continue a leitura

A hipersonia é um transtorno do sono que se manifesta com os sintomas de fadiga, cansaço, perda de concentração e problemas de movimento. A hipersonia se assemelha com a narcolepsia, porém enquanto pessoas com narcolepsia podem ter dificuldade para dormir, pessoas com hipersonia conseguem dormir até melhor que muitas outras. As causas dessa condição podem se manifestar por fatores genéticos, outros transtornos do sono e medicamentos. Pessoas que já tiveram algum tipo de danos cerebrais ou fibromialgia podem desenvolver hipersonia.

Essa doença é considerada de certa forma rara e só afeta 1 % da população. Mulheres tem uma propensão um pouco maior de adquiri-las e esta se manifesta normalmente na fase adulta. Existem diversos tipos de hipersonia como por exemplo: recorrente, idiopática, sono insuficiente e outros tipos relacionados a transtornos neurológicos, metabólicos e consumo de drogas. Cada qual com suas características particulares.

Solução e Tratamento

Publicidade
continue a leitura

Hipersonia normalmente é tratada com estimulantes e anfetaminas (também é utilizado antidepressivos em alguns casos). É fundamental que o paciente também tenha bons hábitos de sono. Horários de sono regulares, local de dormir confortável, ambiente e iluminação adequada e evitar o uso de cafeínas e estimulantes na hora de dormir é essencial.

David Rye, neurologista da Emory University School of Medicine chegou a tratar um dos seus pacientes com anestesias. Observando que a droga teve efeito positivo, outros médicos começaram estudar o medicamento Flumazenil como um possível tratamento. É necessário a compreensão do círculo social das pessoas que sofrem com essa doença. Normalmente isso pode ser confundido com "preguiça" ou "estresse" e a pessoas pode se sentir desestimulada a tratar a condição. Se você acha que está sofrendo dessa condição, consulte um médico especialista do sono.

E aí, o que você achou dessa matéria? Deixe sua opinião aqui embaixo e até a próxima.

Publicado em: 16/11/17 12h53