Curiosidades

5 mitos sobre pele esclarecidos por especialistas

0

pele é um órgão essencial do corpo humano e não tem como negar isso. Além de sua importância para nossa sobrevivência, é também o que nos apresenta diante da sociedade. Por ser a nossa “capa“, devemos cuidar dela da melhor forma. Principalmente a pele do rosto, precisa de cuidados constantes.

O problema surge quando as pessoas colocam em prática dicas caseiras que outras pessoas recomendam. Na maior parte das vezes, fazem isso sem saber que essas sugestões podem causar mais mal do que bem. Há ainda alguns hábitos que podem danificar muito nosso rosto.

Embora existam inúmeros produtos para a pele e várias informações nas redes sociais sobre o assunto, ainda existe também muita desinformação dermatológica. Justamente por isso que antes de seguir qualquer dica que se descobre nas redes sociais é importante consultar um especialista. Mostramos aqui alguns mitos que os dermatologistas listaram e sua real verdade.

1 – Pele oleosa é hidratada naturalmente

A realidade é que o óleo da pele não quer dizer hidratação. E da mesma forma como todos os outros tipos de pele, a pele oleosa também precisa ser hidratada, pelo menos, uma vez ao dia.

“As glândulas sebáceas entram em excesso para compensar a desidratação, fazendo com que a pele oleosa pareça ainda mais”, explicou Annie Chiu.

As pessoas que tem uma pele oleosa e acneica devem optar pro produtos leves, dando preferência para as fórmulas em gel que são livres de óleos e não comedogênicos. Isso porque eles evitam a obstrução dos poros.

2 – Etiqueta “dermatologicamente testado”

Ver uma etiqueta com esses dizeres em um produto pode transmitir uma sensação maior de segurança. Contudo, às vezes isso pode ser apenas uma estratégia de marketing. Mesmo que os produtos sejam revisados por um dermatologista, nem todos eles são testados profundamente e realmente aprovados por eles como é dito na etiqueta.

“Essa terminologia não diferencia entre um teste caseiro e um ensaio clínico cientificamente rigoroso”, ressaltou Chiu.

Por conta disso, é sempre bom pedir indicação e aprovação para o seu especialista antes de confiar em qualquer rótulo.

3 – Cruzar as pernas causa varizes

Esse é um mito que se perpetua. Os especialistas esclarecem que o que coloca a pessoa em um risco maior de ter varizes não é sentar, mas sim o tempo que ela fica sentada. “Ficar sentada por horas seguidas, com as pernas cruzadas ou não, causa danos. As veias superficiais incham com todo o sangue acumulado, tornando-se visíveis através da pele”, pontua Paul Friedman.

E de acordo com estudos, as mulheres estão duas vezes mais propensas a terem varizes. E ela também pode ser uma condição genética. Para evitar que elas aconteçam, Friedman recomenda que se faça pausas, fique em pé, se mantenha um peso saudável e não fume.

4 – Erupção cutânea quer dizer alergia

Isso é outo mito. Até porque, nem toda irritabilidade e/ou erupção cutânea é indicativo de uma alergia. Isso porque, existe vários problemas de pele, como por exemplo, psoríase, eczema e seborreia que podem causar esses sintomas.

Então, o  recomendável é se consultar com um dermatologista para saber qual o real motivo.

5 – Vitamina E trata estrias

Muita gente usa cremes, hidratantes e outros produtos ricos em vitamina E com o objetivo de atenuar as estrias e cicatrize. Mas isso não é a solução e pode até irritar a pele. O ideal é que se evite o sol porque as cicatrizes tendem a escurecer nele e as estrias ficam mais salientes.

Para amenizar essas coisas é preciso procurar um dermatologista para que ele indique o melhor a ser feito.

Fonte: https://www.msn.com/pt-br/saude/medicina/dermatologistas-esclarecem-5-mitos-sobre-a-pele-que-voc%c3%aa-precisa-saber/ar-AAPZ7IR

7 celebridades que já foram atacadas por animais

Matéria anterior

Essas são as imagens em close-up mais detalhadas das bactérias

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos