5 monstros lendários que já assustaram o mundo

POR A redação    EM Mistérios & Horror      29/09/15 às 18h07

Todo mundo já ouviu falar de vampiros, lobisomens, bruxas e zumbis, mas de onde é que eles vêm? Eles com certeza não são apenas fruto da nossa imaginação. Será que são mesmo apenas lendas, ou há algo realmente à espreita no escuro? Você tem medo do bicho papão? Talvez você deveria. Se algum deles realmente vive entre nós, não podemos saber com certeza.

Histórias terríveis de dragões ferozes com dentes afiados, língua de cobra, saliva venenosa já percorreram o mundo no passado. Em 1912, os dragões de Komodo foram descobertos e eles se encaixaram como uma luva na descrição. Lendas de monstros terríveis ainda estão sendo relatadas. Talvez outros ainda possam ser encontrados um dia, e muitos destes mitos podem se tornar realidade.

Coberto de mistérios, eles se tornaram personagens lendários, mesmo quando são representantes das forças do mal. Em algum lugar entre a fantasia e a realidade, estas criaturas mitológicas surpreendentes são provavelmente o resultado de superstições e o medo pela fúria da natureza. Confira algumas lendas de criaturas que já aterrorizaram (e ainda aterrorizam) muita gente.

1 - Naga, a Serpente do Mar

Naga

As lendas dos Sete Mares estão cheias de monstros marinhos, também chamados de Naga. No geral, eles são serpentes-dragão gigantescas, que são capazes de se transformar em seres humanos quando convir. As criaturas são consideradas semi-deuses, divindades dos mares, e são por vezes representados com várias cabeças. Mitos destas criaturas aterrorizantes são amplamente difundidos nas mitologias Hindu e budista, em especial entre os marinheiros.

Em 1973, fuzileiros navais americanos pegaram um peixe gigante no rio Mekong, no Laos, que era notavelmente parecido com uma Naga. Não era nenhum monstro mitológico, mas um regaleco.

2 - Abominável Homem das Neves

Neves

O Abominável Homem das Neves, ou Yeti, perambula pelas montanhas do Nepal e do Tibete em busca de um abrigo nas encostas mais remotas do sul do Himalaia. Acredita-se que seja um homem primitivo, descrito como uma criatura simiesca, com o corpo coberto de cabelos brancos ou cinzas, de queixo proeminente e sem lábios, pernas curtas e poderosas. O Yeti é uma verdadeira celebridade da criptozoologia. Os primeiros registros datam de 1925, quando o explorador inglês Eric Shipton disse ter avistado tal criatura. Muitas expedições foram realizadas para rastrear o Yeti, mas apenas seus passos foram encontrados. Uma explicação plausível seria que o Yeti é uma espécie de urso marrom, um descendente do urso polar.

3 - Pé Grande

Bigfoot

Esta criatura perambula pelas vastas florestas ao norte dos Estados Unidos, a partir do Pacific Northwest ate o Canadá. Ele anda sobre os dois pés, exatamente como os seres humanos, mas é mais alto que a média das pessoas. Além disto, tem pernas fortes, grandes pés e um corpo coberto por uma pele grossa, cinza ou marrom-vermelho.

O Pé Grande não gosta de pessoas, razão pela qual se mantem longe delas. Os primeiros avistamentos foram relatados pelos europeus, mas tornaram-se mais famosos em 1950, através de uma série de imagens. Mais de 900 pegadas foram rastreadas até agora. Ainda que sua existência não tenha sido comprovada cientificamente, as chances são realmente grandes neste caso.

4 - Chupacabra

Chupa

A terrível criatura parecida com um cão calvo, com grandes espinhos em sua coluna, dentes de predador, pele cinza e um cheiro horrível, drena a vida de cabras, ovelhas, galinhas e vacas. Eles sugam seu sangue até a última gota, deixando perfurações dentárias distintivas como sua assinatura. O Chupacabra foi flagrado em numerosas ocasiões nos territórios ao sul da América do Norte em busca de suas próximas vítimas. Alguns até o chamam de cão vampiro. O primeiro avistamento foi relatado em 1995, em Nanovanas, Porto Rico. Desde então, inúmeras fotos foram tiradas do Chupacabra, mas a maioria delas mostravam coiotes que sofrem de sarna.

5 - Lobisomens

Lobisomem

No século XVI, a cidade alemã de Bedburg foi aterrorizada por uma criatura demoníaca, que não apenas abateu o gado, como também sequestrou e devorou mulheres e crianças. Esta é a história de Peter Stubbe, o Lobisomem de Bedburg, cujos crimes aterrorizaram o país. Ele é considerado o primeiro lobisomem da história. Bom, quase isto. Stubbe não exatamente se transformava em lobo; ele vestia sua pele. Em seu julgamento, ele declarou que o diabo lhe deu um cinto mágico, e sempre que o usava, se transformava na criatura. Peter foi acusado por bruxaria e licantropia, e foi executado da mesma forma terrível na qual ele mutilou suas vítimas.

Um lobisomem é um homem que se transforma em lobo durante a Lua Cheia. Eles assombram as pessoas, que morrem ou também se transformam aos seus ataques. Além disto, a criatura é considerada um animal satânico, mal e sedento por sangue, cuja existência foi notada desde a aurora dos tempos. A primeira referência a um lobisomem pertence ao antigo historiador grego Heródoto, que mencionou a terrível criatura no século V antes de cristo.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+