Mundo Animal

5 pássaros assustadores que habitam a Terra

0

Graciosos e encantadores. Basicamente, essas duas características definem bem a maioria dos pássaros, que são comumente encontrados na natureza. Em meio a essa maioria, há alguns que jamais podem se enquadrar em tais elogios. Você até pode não saber, mas existem pássaros que, além de serem perigosos, são realmente assustadores.

Muitas dessas aves são dominadas por características que foram mantidas em meio a um processo de evolução. Em suma, parte dessas características ainda persistem para garantir a sobrevivência dessas espécies, que são capazes de tirar o sono de muita gente.

Pensando em todo esse cenário, decidimos reunir os pássaros mais assustadores que habitam esse mundão de Deus. Confira, portanto, quais são elas.

1 – Shoebill ou cegonha-bico-de-sapato

O shoebill é, sem dúvida alguma, um dos pássaros mais assustadores que habitam nosso planeta. A ave, à primeira vista, parece ser uma mistura de pelicano com cegonha. Esse pássaro assustador, endêmico do continente africano, evoluiu de uma classe de dinossauros, conhecida como terópodes.

Basicamente, a espécie chega a atingir até 120 centímetros e é comumente encontrada na República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Ruanda, Sudão do Sul, Sudão, Tanzânia, Uganda, Zâmbia e na Etiópia.

2 – Papagaio-drácula

O papagaio-drácula possui uma esteticamente totalmente sombria. Apelidado de papagaio-de-Pesquet e formalmente denominado como Psittrichas fulgidus, este pássaro é o único membro do gênero e seu gênero, por sua vez, é o único em sua subfamília biológica. Ou seja, seu nome é tão único quanto sua posição no reino animal.

Surpreendentemente, os pesquisadores sabem muito pouco sobre seus hábitos de reprodução, exceto pelo fato de que as fêmeas podem botar dois ovos de uma só vez. Além disso, sabe-se também que este pássaro é frequentemente visto em pares ou em grupos de 20.

3 – Abutre-fouveiro

O Abutre-fouveiro se destaca em nossa lista por possuir um pescoço extremamente longo e delgado. A espécie é rapidamente distinguida por seu colarinho branco-creme e cabeça uniformemente cinza. São comumente encontrados no Oriente Médio, Índia, África e países do mediterrâneo, como, por exemplo, Portugal e Espanha – este último com a maior população.

De acordo com especialistas, esse pássaro chega a pesar até 11 quilos. Considerada a segunda maior ave da Europa, o voo do Abutre-fouveiro pode atingir uma velocidade de 74 até km/h.

4 – Casuar-do-sul

Dos pássaros que compilamos em nossa lista, o Casuar-do-sul é o único que não voa. Outra característica que merece destaque é a genética da espécie, pois em relação aos outros pássaros é a que mais se assemelha aos dinossauros.

O Casuar-do-sul, além de possuir garras muito afiadas, possui no topo de suas cabeças uma estrutura semelhante a um capacete. A espécie habita as densas florestas tropicais da Nova Guiné e do nordeste da Austrália, mas também podem ser encontradas em Ceram e Aru, ambas ilhas indonésias.

5 – Marabu

O marabu, ou Leptoptilos crumeniferus, são pássaros extremamente estranhos. Primeiro porque caminham de forma esquiva. E segundo: possuem uma silhueta mais do que bizarra. Todos os misteriosos traços que contemplam esses pássaros foram adquiridos durante a própria evolução.

Com uma envergadura de até 2,5 metros e quase 1,5 metro de altura, os marabus só conseguem voar porque os ossos da perna e do dedo do pé são inteiramente ocos. Esses pássaros se alimentam de cupins e carcaças de outros animais.

10 ensinamentos de ‘Meninas Malvadas’

Matéria anterior

Saiba o que é a Síndrome de Boreout e como lidar com ela

Próxima matéria

Mais em Mundo Animal

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.