• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 animais mais autodestrutivos que existem

POR Toni Nascimento    EM Natureza      22/11/18 às 16h13

O ser humano possui uma tendência autodestrutiva maior do que você pode imaginar. Sem você perceber, pode estar tomando decisões que, aos poucos, vão acabando com a sua vida. Essa autodestruição homeopática já foi citada até por Sigmund Freud, até porque é difícil pensar em algum assunto em que Freud não deu aquela boa opinada, não é mesmo? Mas o que talvez você não saiba é que esse instinto de autodestruição pode ir além do homem, e alcançar os seres vivos em geral.

Algumas espécies de animais são completamente autodestrutivas. Mas não estou falando do nível humano de autodestruição, e sim, um nível muito mais avançado e perigoso. Talvez, a melhor definição seja definitivo. Eles simplesmente acabam com a própria vida por um objetivo maior, o que é estranho em seres que têm como único objetivo de existência a reprodução (buscando assim a eternidade). Listamos 7 desses animais autodestrutivos para você ver que eu não estou brincando.

1 - Antechinus Marrom

O Antechinus Marrom, da Austrália - tinha que ser de lá -, tem a aparência muito próxima a de um rato comum. Mas fora isso, eles não têm nada de comum.  Apesar de ter um desenvolvimento reprodutivo espetacular, sendo que os machos são incrivelmente férteis. Eles reproduzem com sucesso mas não veem sua prole. Acontece que os machos da espécie não conseguem equilibrar sua vida, e só pensam naquilo. Eles são maníacos e querem cruzar o tempo inteiro. Eles concentram tanta energia nisso que não caçam comida e nem comem por só quererem se acasalar a todo momento. Consequência: eles morrem. Mas morrem deixando vários descendentes com as fêmeas.

2 - Abelhas

O caso mais comum de autodestruição no mundo animal é o das abelhas. A picada dói mais nela do que em você. Quando ela te pica, o ferrão se desprega do corpo dela, porém, levando parte do trato digestivo dela. Com esse dano, vem a perda de músculos e nervos, bem como partes do abdômen da abelha. Depois de "escapar" sem seu ferrão, a abelha fica gravemente ferida e tem pouco tempo para sobreviver. Depois de uma lesão tão catastrófica, a morte da abelha logo acontece. Tudo isso para tentar proteger a colmeia

3 - Formiga Kamikaze

A Colobopsis explodens, da Tailândia, é uma espécie rara descoberta há pouco tempo. Ela não possui veneno e nem mandíbulas perigosas, porém, ela explode. Os sacrifícios se assemelham a granadas e são executados em ataques onde as formigas se protegem de um predador. A ação explosiva realizada por uma ação vigorosa do músculo, produz um respingo de gosma amarela que é tóxico a ponto de ser fatal para os predadores e eficaz para desencorajar os predadores de atacarem sua presa em potencial.

4 - Percevejos

Ninguém gosta dos percevejos, pois eles costumam infestar as casas. Você irá gostar menos ainda quando souber como eles se reproduzem. Conhecida como "inseminação traumática", a reprodução de percevejos consiste, essencialmente, no macho esfaquear a fêmea em seu abdômen com seu órgão reprodutivo especialmente adaptado, perfurando sua parede abdominal e entregando o esperma lá dentro. Romântico, não acha?

5 - Buntings Pintados

Os Buntings Pintados são um dos pássaros mais lindos da natureza. O acasalamento desses pássaros é bem violento. Olhos bicados e feridas pelo corpo do animal inteiro são a marca maior desse sexo animal. Um número de machos é deixado desfigurado a cada ano ou simplesmente morre na tentativa de ser o melhor posicionado para acasalar. A intenção é transmitir os genes fortes para as próximas gerações.

6 - Stegodyphus lineatus

A aranha Stegodyphus lineatus, as fêmeas no caso, produzem maiores quantidades de enzimas na época da reprodução. As fêmeas pegam mais presas e regurgitam as refeições para os filhotes. Depois de cuspir uma pasta feita de suas vítimas, a mãe é morta pelos efeitos prejudiciais do aumento da produção de enzimas. Uma vez morta, seu próprio filho pode comê-la. Sim, as aranhas bebês comem suas próprias mães. Bizarro, eu sei.

7 - Wambengers

Novamente na Austrália, existem os Wambengers, que são animais carnívoros que podem pular muito alto para pegar presas voadoras. Os machos da espécie possuem uma característica muito própria. Após acasalarem com as fêmeas, os machos passam por um colapso nos seus órgãos internos. Então eles morrem. Nenhum macho da espécie sobrevive a isso.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que está meio assustado com tudo isso, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   TT  
Imagens PV
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+