• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 fatos incríveis sobre Caravela-Portuguesa

POR Jesus Galvão    EM Mundo Animal      03/08/18 às 18h58

Facilmente encontradas nas águas tropicais dos oceanos, a Caravela-portuguesa já fez diversas vítimas em muitas praias ao redor do mundo. O animal é inofensivo ao primeiro olhar, no entanto, sua picada pode levar a dores intensas, câimbras e até mesmo a morte.

Aqui na Fatos Desconhecidos, já escrevemos sobre 10 animais exóticos e impressionantes que você precisa conhecer7 peixes que incrivelmente caçam animais terrestres. Hoje, trouxemos para vocês alguns fatos sobre este curioso animal e que vão te dar calafrios. Confira!

1 -  Ela não é uma água viva

A Caravela-portuguesa é um sifonóforo - classe de invertebrados marinhos do filo Cnidaria. Este organismo constitui uma colônia de organismos geneticamente idênticos, chamados de zooides, e que estão ligados uns aos outros, uma vez que não conseguem sobreviver independentemente, e que aparentam ser uma criatura só.

2 - O porquê de seu nome

O nome Caravela-portuguesa teve origem devido as semelhanças do formato do animal com as caravelas de utilizada pelos portugueses em guerras. Uma espécie de bexiga de gás se expande sobre suas costas e funciona como uma vela das caravelas.

3 - Onde vivem?

Este animais vivem nas águas dos oceanos de regiões tropicais como as águas do Oceano Atlântico, Pacifico, Caribe e no Oceano Índico. Uma espécie muito próxima a Caravela-portuguesa, e que podem ser facilmente confundidas é a Physalia utriculus, ou como é popularmente conhecida, Garrafa Azul. Essa espécie pode ser encontrada nas águas dos oceanos Índico e Pacífico.

4 - Elas podem ser enormes

Os tentáculos da Caravela-portuguesa podem chegar a medir cerca de 165 metros de comprimento. No entanto, comumente são encontrados exemplares com tentáculos medindo cerca de 10 metros. Estas extensões podem produzir picadas neurotóxicas extremamente dolorosas e que são um terror para banhistas no mundo todo. Atenção: mesmo um tentáculo separado do restante do corpo da caravela pode picar.

5 - As picadas podem ser fatais

Apesar das chances serem muito pequenas, uma picada deste animal pode chegar a levar a morte. Somente nessa primeira etapa de 2018, cerca de 204 pessoas já foram picadas nas praias da Flórida. Sintomas como vergões, cãibras, aumento nos batimentos cardíacos, entre outros sintomas podem ser experienciados por aqueles que tiveram o azar de encontrar um destes bichos por aí.

6 - Alguns peixes podem viver nelas

Cerca de 70 a 90% da dieta da Caravela-portuguesa se dá por peixes minúsculos, camarões e outros crustáceos. Porém, uma corajosa espécie, o Peixe de Guerra (Nomeus gronovii), consegue viver entre os tentáculos das caravelas, nadando entre seus ferrões. Este peixe usa desta artimanha para roubar sua comida e comer pequenos plânctons que flutuam ao redor das caravelas.

7 - As Caravelas não vivem sozinhas

Raras são às vezes que as Caravelas-portuguesas serão vistas de maneira isolada. Esta espécie é comumente encontrada em legiões de cerca de 1000 colônias flutuando nas águas. A localidade destas colônias são facilmente previsíveis uma vez que elas se movem através das correntes marítimas.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+