Curiosidades

7 filmes tão ruins que são bons

0

Você é do tipo que ama produções legais? Pois então, hoje, vamos apresentar a vocês, algo diferente. Obviamente, vamos falar de filmes, mas não daqueles que são convencionais. Vamos falar de filmes que, de tão ruins, chegam a ser bons. É possível isso? Claro.

Veja só, os filmes, que inserimos em nossa lista, fogem da métrica convencional da indústria cinematográfica. Para muitos, essas produções não são de qualidade. Em contrapartida, afirmamos: os filmes, que você irá encontrar aqui, conseguem, e tranquilamente, apresentar um novo valor para a palavra entretenimento. Confira agora, quais são eles.

1 – Birdemic: Shock and Terror

Com um orçamento estimado em 10 mil dólares, Birdemic já nasceu cult. O filme é aquela típica produção, que você pode até já ter ouvido falar, mas não teve coragem de assistir. Quando foi exibido aqui no Brasil, causou inúmeras gargalhadas. Sim, é verdade. Afinal, a produção é cheia de cenas mal-filmadas, atuações capengas, cortes mal-feitos, som ruim, diálogos toscos e etc. O que queremos dizer aqui, é que tudo foi feito de forma amadora, mas, acredite ou não, o filme é sensacional.

2 – Samurai Cop

A primeira cena deste Samurai Cop já entrega o tom da incompetência, que perpassa por toda a produção. Vale dizer também que coerência e lógica não parecem ser o forte do filme. Por isso, afirma-se que a produção é recheada de incoerências. Porém, é exatamente isso que a torna única. Além disso, há um outro fator que deve ser mencionado: as cenas de ação. As lutas parecem coreografadas por alguém que nunca praticou artes marciais. A narrativa é tão consciente do quanto tudo é duro e sem fluidez, que boa parte dos combates corporais são em fast foward. E por ser assim, vale a pena. De verdade.

3 – The Happening

M. Night Shyamalan sabe como prender a atenção da platéia. Afinal, o diretor tem o talento para construir cenas realmente desconcertantes. O início do filme é excepcionalmente bom. E para ser sincero, é exatamente o início, que motiva o espectador a assistir a todo o resto. A produção, realmente, é impactante. Mas, em contrapartida, as falas são limitadas, intelectualmente falando. E, avisamos, a produção é do tipo onde os fins não justificam os meios. Em contrapartida, o que é contado antes do “grand finale” é o que interessa. Confuso? Só assistindo para entender mesmo.

4 – Fateful Findings

Falemos de algo novo neste prestigiante círculo de excelentes péssimos filmes? Fateful Findings é, talvez, a obra que melhor sintetiza o universo de paranoia e revolução individualista. Além disso, o que mais perturba na produção é a artificialidade. Como assim? Basicamente, tudo no filme parece estar codificado sob a gramática de uma língua que somente o cineasta conhece. Mas sabe o que é o melhor de tudo? A produção faz a gente rir do início ao fim com a trama maravilhosamente fracassada, infantil e constrangedora.

5 – Tough Guys Don’t Dance

Essa, basicamente, é considerada uma incursão ocasional no cinema. O diretor, aqui, foi capaz de desenvolver uma história tão tensa, mas tão tensa, que é possível se afogar nela. Sim, é certo que o filme não encontra o tom certo e, por isso, acaba movendo-se entre altos e baixos. E, claro, constantemente. Em contrapartida, essas características não fazem um trabalho desprezível. Além disso, saiba: tem até um momento de rara intensidade.

6 – Troll 2

Primeira coisa a se esclarecer sobre a produção: esqueçam que ela é uma continuação, pois o roteiro não tem nada a ver com o filme anterior. Além disso, há algumas coisas curiosas sobre a produção que merecem mais destaque que a trama. Por exemplo, todos os atores do filme fizeram teste para personagens de apoio. No fim, eles receberam papéis de destaque. Os roteiristas não sabiam falar inglês, dessa forma, o roteiro foi redigido com um inglês de baixíssima qualidade. E foi filmado assim mesmo, tá? Acho que isso já faz qualquer um se interessar pela obra, não é verdade?

7 – Miami Connection

Miami Connection é o último da nossa lista. A produção, como vocês já sabem, é daqueles filmes que é tão ruim, tão sem sentido, que, sim, acaba se tornando divertido de assistir. Se houvesse um mínimo de qualidade, com toda certeza, seria algo genérico. Seria esquecido rápido também. Porém, por ser tão sem personalidade, tornou-se memorável. O filme inteiro segue a lógica de eventos inconsequentes, que são determinados aleatoriamente pelo roteiro. Por isso, queridos, basta dar o play.

Primeiras impressões de Aves de Rapina são as melhores possíveis

Matéria anterior

7 fatos que mostram que o ano de 1979 moldou o mundo moderno

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.