• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 formas que pessoas te controlam em um relacionamento abusivo

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      07/08/19 às 18h04

Comportamentos como lavagem cerebral, intimidação psicológica e abuso emocional, com propósito de dominação e controle, são muitos comuns em relacionamentos abusivos. Sendo estas condutas de pessoas que controlam e manipulam seus parceiros. Entretanto, é importante ressaltar que os abusos psicológicos não são apenas praticados dentro dos relacionamentos amorosos.

Esse tipo de comportamento comumente também pode ser observado na política, na mídia, no local de trabalho. Alguns exemplos de como os abusos podem ocorrer fora dos relacionamentos pessoais são quando políticos manipulam a opinião das pessoas, em relação a grupos inteiros, para dividir a comunidade, ou até executivos, que exploram seus funcionários para obter lucros.

Pensando nisso, hoje, listamos para vocês algumas das formas que as pessoas usam para manipular e controlar outras pessoas dentro dos relacionamentos. Confira!

1 - Mentira crônica

Talvez, uma das formas mais comuns e evidentes de manipulação seja a invenção de uma falsa narrativa por parte do companheiro/a. O que é utilizado para fazer uma lavagem cerebral, atacar, depreciar, desacreditar e/ou enfraquecer sua vítima. As acusações da pessoa manipuladora não são pautadas em fatos, evidências, objetividade ou provas. Mas, comumente, são mentiras descaradas ou exageros grosseiros.

O manipulador utiliza está tática para permanecer na ofensiva, e assim, também ditar o relacionamento. Além do mais, ao manter seu ataque, a pessoa retira o foco de suas fraquezas e falhas. As constantes mentiras e exageros mantêm suas vítimas na defensiva e impõem sua influência social e psicológica sobre o outro.

2 - Indução à insegurança

Inverdades muitas vezes são repetidas, como uma forma de sobrecarregar o relacionamento. Assim, uma pessoa manipuladora induz a outra a se sentir insegura. O que a torna atormentada pela confusão, ansiedade, vergonha, inferioridade sobre sua própria identidade e seu autovalor. Até que a pessoa consiga se libertar, ela pode perder a capacidade de se afirmar e de se proteger contra os ataques e a lavagem cerebral do manipulador.

3 - Debilitação

Conforme o manipulador segue atacando sua vítima, ela vai ficando esgotada, pelos constantes ataques e coerções. Ela pode ficar tão cansada ou com medo de se defenderem que "congelam", psicologicamente, e passam a tolerar o abuso, em uma espécie de dormência e resignação.

4 - Agressividade e hostilidade quando confrontado

Permanecer na ofensiva, como já dito anteriormente, é uma das principais táticas de uma pessoa que deseja controlar e manipular seu companheiro/a. Essas pessoas podem se tornar completamente agressivas e hostis, quando suas mentiras e falsidades são confrontadas. Elas tentam recuperar o controle da situação dobrando os ataques, enquanto desacredita e desumaniza sua vítima.

5 - Isolamento

Os controladores/manipuladores criam um verdadeiro "cerco" em volta de suas vítimas. Eles as isolam estrategicamente de certas pessoas, banindo-as de recursos, informações, do apoio de terceiros e de seus direitos. Em algumas situações, a pessoa é coagida a limitar sua interação com amigos, familiares e com a comunidade em geral.

6 - Perpetuação do falso salvador

Um comportamento, típico da psicologia do opressor, é a pessoa se lançar na figura de uma "salvador", "herói", "superior", como a única pessoa que poderá ajudar e solucionar os problemas e dificuldades de sua vítima. No entanto, para obter tal alívio, a pessoa deve se submeter às suas diretivas, não importando o quão manipuladora e exploradora elas sejam.

7 - Falsas promessas

Como parte de suas estratégias de controle e manipulação, o opressor muitas vezes lança falsas esperanças sobre sua vítima. Prometendo reduzir o tratamento severo ou insinuando que as coisas vão melhorar. Porém, essas promessas muitas vezes não passam de táticas enganosas, para dar à sua vítima uma esperança irreal, fazendo com que ela se torne mais tolerante aos abusos.

Dora Figueiredo

Uma caso recente de relacionamento abusivo aconteceu com a Youtuber Dora Figueiredo. No vídeo ela está emocionada e conta com alguns detalhes momento terríveis que ela passou ao lado de seu ex-namorado.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+