A obesidade é uma doença crônica. E, acredite ou não, afeta um número elevado de pessoas em todo o mundo. A doença, em si, é caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal. Além disso, pode acarretar graves problemas de saúde e levar até à morte. Por ser um assunto extremamente importante, resolvemos, hoje, tocar no tema. Porém, de uma forma diferente. Vamos falar dos líderes mundiais mais obesos que já existiram ao longo da história.

Nao, Donald Trump não está em nossa lista. Afinal, existem líderes mais obesos que o atual presidente dos Estados Unidos. E nem adianta tentar adivinhar. É melhor conferir os tópicos que integram nossa lista. Portanto, confira, agora, os líderes mundiais mais obesos de todos os tempos.

1 - Kim Jong Un

Kim Jong Un é o líder supremo ditatorial da Coréia do Norte desde 2011. Hoje, ele é considerado um dos líderes mais enigmáticos que a Coréia do Norte já teve. Desde que assumiu o poder, o mundo descobriu então um jovem de silhueta corpulenta, rosto redondo e corte de cabelo que deixa a nuca e as orelhas descobertas.

Em 2009, documentos médicos mostraram que Kim sofre de hipertensão e diabetes. Além disso, em 2015, o líder, segundo novos laudos médicos, havia ganhado mais de 30 kg de gordura corporal. Tudo isso em apenas cinco anos. Hoje, pesa 130 kg.

2 - Abu Abdul Bari

Publicidade
continue a leitura

Abu Abdul Bari, também conhecido como Shifa al-Nima, é dirigente do autoproclamado Estado Islâmico. Bari é especialista em leis religiosas e emitiu vários fatwas, decretos legais, que levaram à morte de pessoas que se recusaram a jurar lealdade ao grupo terrorista.

No início de janeiro deste ano, o líder foi detido por uma equipe do corpo de intervenção da polícia norte-americana (SWAT), em Mossul, no Iraque. Os 254 quilos do extremista não permitiram a equipa SWAT levá-lo num carro e, por isso, teve de ser transportado num camião. Esse, com certeza, foi um dos líderes mundiais mais obesos da história da humanidade.

3 - Laurent Kabila

Laurent Kabila foi um guerrilheiro e presidente da República Democrática do Congo de 1997 até 2001, quando foi assassinado. Kabila tornou-se presidente após a queda de Mobutu Sese Seko. Em contrapartida, tanto antes, como depois de assumir o poder, nunca possuiu propriamente o currículo de um mocinho obstinado que acabou com a ditadura do bandido.

Para muitos, ele é um personagem bem mais ambíguo. Afinal, Kabila foi um produto do cruzamento entre política, guerrilha e conflitos étnicos na África negra, onde as fronteiras herdadas do colonialismo europeu cortam ao meio regiões com homogeneidade linguística e cultural. Enquanto vivo, sempre foi rechonchudo, mas, infelizmente, seu peso nunca foi divulgado.

Publicidade
continue a leitura

4 - Idi Amin Dada

Idi Amin foi um ditador militar e presidente de Uganda entre 1971 e 1979. Seus crimes brutais contra a humanidade fizeram dele um dos líderes mais mortais da história. Durante seu reinado de oito anos, Amin assumiu a responsabilidade por assassinatos extrajudiciais e pelo genocídio de meio milhão de pessoas.

Assim como Laurent Kabila, seu peso também não foi divulgado. Porém, dizem as más línguas, que o cara adorava comer matoke, ou matooke, um dos pratos mais típicos de Uganda. Além disso, também há rumores de que o ditador era canibal.

5 - Georgy Malenkov

Publicidade
continue a leitura

Georgy Maximilianovich Malenkov foi o líder da União Soviética entre 1953 e 1955. Antes de assumir o poder, era colaborador próximo de Josef Stalin. Em 1957, dois anos depois de deixar o poder, Malenkov liderou um golpe contra Nikita Khrushchev, mas fracassou. Malenkov morreu aos 86 anos. Os motivos não foram divulgados. Porém, segunda a imprensa, o motivo envolvia causas naturais. Não se sabe ao certo se o motivo em questão era o peso, que, por sinal, nunca foi revelado.

6 - Winston Churchill

Winston Leonard Spencer-Churchill foi um político conservador e estadista britânico, que ficou famoso principalmente por sua atuação como primeiro-ministro do Reino Unido, durante a Segunda Guerra Mundial. Churchill foi primeiro-ministro britânico, duas vezes consecutivas. Churchill, nos últimos 25 anos de sua vida, teve problemas de saúde. Em 1941, por exemplo, teve um ataque cardíaco. Já em 1943, teve pneumonia. Churchill morreu em 24 de janeiro de 1965. O motivo? AVC. Ele tinha 90 anos. Segundo relatos históricos, muitas das doenças estavam relacionadas ao peso.

7 - William Howard Taft

William Taft foi o 27º presidente dos Estados Unidos e o 10º presidente do Supremo Tribunal Federal americano. Taft, quando ainda vivo, tinha 1 e 83 centímetros de altura. Na faculdade, era conhecido como "Big Lub". Quando entrou no ramo da política, era chamado de “Big Bill”. Ele pesava cerca de 159 kg. Quando foi presidente, uma banheira teve que ser feita sob encomenda, tudo para acomodá-lo confortavelmente.

Publicado em: 10/02/20 16h59