Fatos Nerd

7 mangás da mesma autora de Fullmetal Alchemist que você precisa conhecer

0

Fullmetal Alchemist, certamente, é um dos melhores mangás e animes dos últimos tempos. O universo é incrível, os personagens são extremamente cativantes, a história é inusitada, sem falar na qualidade da animação e do sistema de poder. A maior responsável por isso tem um nome: Hiromu Arakawa.

A autora nasceu no dia 8 de maio de 1973 e teve sua primeira história publicada em 1999. Antes de ser uma mangaká, ela trabalhava na fazenda com seus pais. Essa parte da sua vida, inclusive, é muito presente em suas histórias, já que em uma delas ela se descreve como uma vaca de óculos. Sem mais spoilers sobre nossa lista, confira 7 mangás da mesma autora de Fullmetal Alchemist que você precisa conhecer:

1- Noble Farm (Hyakushō Kizoku)

Fullmetal Alchemist

Noble Farm nada mais é do que a autobiografia da autora. O mangá conta a história de Arakawa quando ela trabalhava na fazenda de sua família. Cada capítulo é recheado de histórias engraçadas em situações normais que muitos de nós vivemos. Entretanto, o que mais chama a atenção é que os personagens são animais de fazenda humanoides, tornando tudo ainda mais cômico.

2- Silver Spoon (Gin no Saji)

Fullmetal Alchemist

Silver Spoon (Colher de Prata, na tradução literal) é mais uma obra inspirada no passado da autora. Nele, acompanhamos Yuugo Hachiken, que tem o sonho de tornar um fazendeiro. A partir disso, ele decide se inscrever na Ooezo Agricultural High Schrool. Yuugo conhece pessoas incríveis nessa escola, ao mesmo tempo em que cria dúvidas sobre seu futuro. A história se torna cativante e agradável, fazendo com que todos se conectem aos personagens

3- A Bat In Blue Sky (Sōten no Kōmori)

Fullmetal Alchemist

Nessa história acompanhamos Henpukumaru, um shinobi que pertence a um grupo de assassinos sem emoção. Cansado dessa vida, ele decide fugir e nunca mais matar ninguém. Em seu caminho, ele encontra Chiyozuru. A jovem tem a estranha habilidade de fazer com que ele tenha sentimentos. A Bat In Blue Sky (O Morcego no Céu Azul) tem uma linda história de redenção, já que acompanhamos um assassino. A ação do mangá é ótima e as mensagens que a história passa são inesquecíveis.

4- Stray Dog

Fullmetal Alchemist

O primeiro mangá de Arakawa tem mutias coisas que também aparecem em Fullmetal Alchemist. A principal referência está relacionada à Nina, uma personagem que marcou muito todos os fãs do anime/mangá. Stray Dog conta a história de um bandido chamado Fultac. Ele é acompanhado por uma garotinha chamada Kilka, que é um híbrido entre humano e cachorro. Eles enfrentam problemas bem pesados, mas a história vai te emocionar.

5- Hero Tales (Jūshin Enbu)

Fullmetal Alchemist

Nossa quinta indicação é Hero Tales, uma história baseada no folclore chinês. Os personagens podem lembrar muito os de Fullmetal Alchemist, mas as semelhanças param por aí. A história acompanha Taito Shirei, um jovem rebelde que é a reencarnação de uma estrela. Ele se torna muito poderoso e ganha uma espada a partir dessa encarnação. Certo dia, ele e sua irmã são atacados e roubam sua espada. Em sua jornada, ele tem que aprender a usar seus poderes, enquanto tenta recuperar sua espada.

O mangá tem apenas 5 volumes, e foi bastante elogiado pelos personagens cativantes e pela arte marcante. Entretanto, foi criticado por ser considerado apressado.

6- Raiden-18

Esse, certamente, é o mangá que mais se diferencia de Fullmetal e outros mangás de Arakawa. A história acompanha Raiden-18, uma espécie de Frankestein. Tachibana Tokoha é a responsável por isso, mas suas ações não param por aí. A cientista obriga Raiden-18 a participar de um torneio, onde outros “frankensteins” lutarão uns contra os outros. O mangá é cheio de humor, ao mesmo tempo em que é estranho e sombrio. O destaque está em Raiden-18, que sente repulsa da sua existência, mas tem outros objetivos em sua vida.

7- The Heroic Legend od Arsian (Arusurān Senki)

Fullmetal Alchemist

Por fim, a primeira história que não é completamente de Arakawa. O mangá é uma adaptação de uma série de romances de mesmo nome. O grande ponto aqui é que a autora dá uma toque especial com seus desenhos e sua forma de contar a história. Acompanhamos o príncipe Arslan, um jovem que viu seu país, Pars, ser traído. Ele então parte em uma jornada para reunir uma equipe e retomar o poder do seu lar. O grande vilão é Lord Silver Mark, que tomou o trono de Pars.

Enfim, qual delas você gostou mais? Comenta aí e compartilha com todo mundo.

Produtor de Mulan explica ausência de Mushu no filme

Matéria anterior

Como se livrar facilmente de 7 pragas mais comuns que invadem nossas casas

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar