Ciência e TecnologiaCuriosidades

7 planos reais e surpreendentes para conquistar o espaço

0

Muita gente se sente atraída quando o assunto remete ao espaço. É realmente um lugar cheio de mistérios e que desperta a curiosidade de muitos cientistas e astrônomos espalhados pelo mundo todo. A ideia de que possa existir vida em outros planetas remonta há muitos anos atrás, e sempre é tema de estudo e pesquisa.

A totalidade do espaço ainda não foi entendida, mas existem coisas que os cientistas já conseguiram descobrir, entender, e em algum nível, descrever. E no espaço existem várias coisas valiosas que ninguém na Terra tem. Assim, várias pessoas têm algumas ideias pouco convencionais sobre como colocar as mãos nessa riqueza e mostramos algumas aqui.

1 – Robôs japoneses

A Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA) pensou em mandar vários robôs para ocupar a lua. A primeira fase do plano dos japoneses é enviar um exército de robôs com impressoras 3D. Esses robôs usariam materiais lunares para construir uma base, que a JAXA queria que estivesse pronta até 2020.

Sobre a segunda fase, eles esperam que, até 2030, os robôs tenham construído um anel de painéis solares ao redor da lua. Chamado de Luna Ring, ele coletará e irradiará energia solar de volta para a Terra.

2 – Espelhos da morte

Um dos planetas que sempre foi colocado como possível destino foi Marte. Mas suas temperaturas muito baixas são um dos vários empecilhos. E uma das ideias para aquecer o planeta vermelho é implantar uma série de espelhos a 46 metros quadrados em órbita do planeta.

Esse plano recebeu financiamento da NASA. Esses espelhos irão recolher e concentrar energia solar em direção à Marte. E quando a temperatura aumentar, os depósitos de água congelados ficarão mais acessíveis. E com as temperaturas mais altas, os novos colonizadores poderiam usar trajes espaciais menos pesados e ajudariam em construções mais ambiciosas.

3 – Explosão nuclear

As naves precisam de combustível para irem até os seus destinos. Mas quanto maior o lugar de armazenamento, menos distância se consegue percorrer. E no período da Guerra Fria, físicos, matemáticos e Freeman Dyson pensaram que o alcance das espaçonaves poderia ser maior se os tanques de combustível fossem substituídos por centenas de bombas de hidrogênio.

Em 1968, Dyson teve a chance de colocar suas teorias em prática no projeto Orion. Nesse projeto, uma nave seria lançada através de uma explosão nuclear. E quando estivesse em órbita, a nave lançaria uma pequena bomba de hidrogênio que seria detonada. E isso impulsionaria a nave para o espaço. Mas Dyson nunca conseguiu construir essa espaçonave.

4 – Dirigíveis em Vênus

Marte recebe toda a atenção quando falamos de colonização, mas ninguém presta atenção em Vênus. O planeta está mais perto de nós, tem uma atmosfera e seu campo magnético ajudaria na navegação. Mas Vênus tem uma atmosfera um pouco corrosiva para a carne humana e a pressão esmaga tudo o que é enviado para lá.

Mas mesmo que as condições da superfície do planeta não sejam das mais favoráveis, o mesmo não deve ser ignorado. As condições atmosféricas superiores de Vênus são mais toleráveis para a vida humana. Cientistas da NASA trabalham em um projeto chamado HAVOC, que tem como objetivo colocar vários dirigíveis de alta altitude na atmosfera superior de Vênus.

5 – Presença humana fora do sistema solar

Levar pessoas para fora do sistema solar não é uma ideia muito vantajosa ou fácil de se fazer. O que alguns cientistas pensam é que talvez possamos simplesmente lançar o nosso material genético em outros planetas e ficar na esperança de que a vida começará a evoluir.

Uma ideia de colonização de embriões é projetar bactérias que sejam codificadas com DNA humano e que possam sobreviver no vácuo do espaço. E então enviar essas bactérias para todas as direções possíveis.

6 – Elevador espacial

Essa ideia foi teorizada em 1800, e tinha como premissa substituir os foguetes. É um elevador espacial gigantesco. A ideia era construir um elevador de 24 metros da superfície até uma instalação em órbita. Teoricamente, os objetos usariam uma combinação de motores e alguma força centrípeta para criar uma sustentação. Deste modo, se usaria a fração da energia que um foguete precisaria.

E por mais que a ideia pareça absurda, a NASA, a Space X e outras estão pensando na ideia. Uma empresa canadense inclusive conseguiu uma patente nos EUA para o seu elevador espacial.

7 – Ventos do sol

Tentando economizar algum dinheiro com gás, os projetistas de espaçonaves esperam adaptar uma das tecnologias mais avançadas que existem atualmente. A NASA tem visto a ideia de usar velas solares por décadas.

Essas velas solares funcionam como velas em um veleiro antigo, mas com energia eólica para empurrar uma nave. E a nave é empurrada com energia solar. O que eles pensam é que a energia da luz, transportada pelos fótons, colidirá em uma vela solar, e com essa colisão, virá um impulso para empurrar a nave.

A mulher que aceitou trabalhar em um circo de horrores para alimentar seus filhos

Matéria anterior

7 previsões que nunca se concretizaram (felizmente)

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos