7 reviravoltas inesperadas que arruinaram séries excelentes

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      23/03/18 às 15h47

O ponto de virada é um elemento essencial em qualquer narrativa que se prese. Também bastante conhecido como plot twist, essa técnica é amplamente utilizada por contadores de histórias. Ela é utilizada, em especial, por romancistas e roteiristas de qualquer gênero. Por meio dessas reviravoltas, o autor surpreende sua audiência e muda completamente a direção da narrativa. Ela pode ser utilizada para solucionar algum caso ou apenas para renovar o conteúdo apresentado.

Quando bem elaboradas e desenvolvidas, as reviravoltas costumam ser um deleite para a audiência. O inesperado é sempre bem-vindo quando consumimos boas histórias. Na televisão, as séries precisam usar esse recurso todo o tempo para manter o público interessado nos eventos. Não importa muito o gênero do programa, da comédia ao policial, ele estará presente. Entretanto, algumas vezes os roteiristas parecem estar viajados em cogumelos, a julgar pelas atrapalhadas que eles cometem. A seguir, selecionamos algumas séries que, embora muito boas, sofreram com a síndrome do mal escrito. Vale lembrar: spoiler alert!

1 - A morte da mãe em How I Met Your Mother

A série começa com um Ted Mosby do futuro reunido com seus dois filhos para contar como ele conheceu a mãe deles. A princípio, essa era uma desculpa para o personagem contar as diversas aventuras que teve com seus amigos. Com o passar do tempo, as pessoas ficaram cada vez mais curiosas para descobrir quem era a tal mãe, como ela seria, quando e em que circunstâncias aconteceria o tão aguardado encontro.

Tudo isso foi adiado para as duas temporadas finais da série. Sendo que, no fim da história, descobrimos que a mãe está morta. O público nem ao menos soube o motivo do falecimento da coitada. Tracy não passou de mera coadjuvante na vida dele. Pior: Ted só contou todas aquelas histórias porque desejava a aprovação dos filhos para ficar com a única mulher que realmente amou na vida: Robin. No final das contas, a série nunca foi sobre o guarda-chuva amarelo. Ela sempre foi sobre a trombeta azul.

2 - O bebê de Laurel em How to Get Away With Murder

Com exceção de Meredith Grey, nenhum personagem está realmente seguro em Shondaland! Em especial quando as coisas parecem estar bem demais. How to Get Away With Murder é uma série que vive de reviravoltas, mas uma delas foi bem ruim. Como se não bastasse eles terem matado Wes Gibbins, os roteiristas deixaram Laurel Castillo grávida dele. A personagem já tinha a vida complicada o suficiente. A decisão de acrescentar uma criança em seus problemas não faz sentido algum. Uma escolha de caminho que, ao invés de ousada, pode prejudicar o caminho de Laurel.

3 - Todo mundo morto em Lost

Uma das maiores séries das últimas duas décadas, Lost foi um sucesso absurdo. A história dos sobreviventes de um desastre aéreo presos em uma ilha misteriosa fez o público se unir para formar as mais loucas teorias. O programa era incrível, com bons personagens, ótima narrativa, desenvolvimento adequado, suspense e drama na medida. Tudo se encaixava, até chegar ao polêmico final. Ao fim da história, todos já estavam mortos.

4 - A morte de Will em The Good Wife

Quanto algum ator ou atriz expressa sua vontade de deixar a série em que trabalha, a solução que os roteiristas costumam encontrar é sempre a mesma: morte! Afinal, ela é a mais eficiente, rápida e fácil de se produzir. Além de chamar bastante atenção. No entanto, ela não tende a ser tão eficaz quanto eles imaginam. Will Gardner era um dos sócios majoritários da firma de advocacia que Alicia Florrick trabalhava desde o começo da série. Seu personagem era um dos mais interessantes do programa. Mas o ator queria mais e, por isso, precisou deixar a série.

O único problema foi o modo como ele saiu, sem vida. Embora Will estivesse diretamente ligado à protagonista, a história não dependia dele. Sendo assim, os roteiristas poderiam ter encontrado uma solução bem melhor para sua saída. Quando estava em exibição, The Good Wife foi um dos melhores dramas na grade de programação das emissoras. Infelizmente, a série desandou nas duas últimas temporadas.

5 - Dexter vive no final de Dexter

Convenhamos que Dexter acabou mesmo na quarta temporada. O programa era diferente e abordava o tema serial killer de forma bastante inédita. Logo as pessoas se atraíram pelo conteúdo e a forma como a história era contada. Infelizmente, a qualidade não durou até o final. Depois da morte de Rita, a série foi ladeira abaixo. O resultado culminou na última cena do final da série, quando descobrimos que Dexter estava vivo depois de se jogar com lancha e tudo no centro de um furacão. Por que não entregar ao menos um final melhor ao personagem e à série que, durante algum tempo, fez um ótimo trabalho?

6 - A falsa morte de Glenn em The Walking Dead

No final do episódio Farewell, a série mostrou Glenn encurralado por uma horda de zumbis. Depois disso, ela entrou em hiato. O choque foi muito grande, afinal ele era um dos personagens mais queridos da série. Por um longo, longo tempo, a série deixou os fãs acreditarem que Glenn estava morto. Por um lado, as pessoas não queriam acreditar, por outro, algumas já estavam conformadas. Porém, quando a série voltou, todos descobriram que Glenn havia - milagrosamente, sobrevivido ao ataque. Tudo isso para morrer algum tempo depois de forma ainda pior. O melhor seria ter mantido a decisão inicial e ter acabado com o personagem da primeira vez.

7 - Dan Humphrey como a Gossip Gril

Toda a história de Gossip Girl gira em torno de uma pessoa anônima que espalha diversos boatos (via rede sociais e mensagens de texto) na elite de Nova York. Claro, havia várias histórias em paralelo a isso, e vidas que essa tal pessoa tentava infernizar a todo custo. Por isso, passou a fazer parte do programa o público tentar adivinhar quem seria o indivíduo responsável pelas fofocas. No fim da série, Dan Humphrey é revelado como o causador das intrigas, algo que não fez sentido algum. Por que o personagem mandaria uma mensagem para si mesmo? Nem cabe a desculpa para desviar a atenção já que ele recebeu estando sozinho. Além disso, várias vezes ele estava ocupado quando outras pessoas receberam mensagens. Enfim, colocar Dan como a Gossip Girl foi um tiro no pé e uma decisão muito preguiçosa só pelo choque. Não colou em lugar nenhum.

Você concorda com as reviravoltas apresentadas? Na sua opinião, quais séries também foram vítimas de um terrível plot twist? Comente com a gente.

Via   SR     TR     TT  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Instagram: @gabinoronhaf

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+