Entretenimento

A história do Paris Saint-Germain

PSG
0

Se você assistiu a uma partida de futebol em algum momento nos últimos 50 anos, provavelmente já ouviu falar do PSG. O Paris Saint-Germain é conhecido até pelas pessoas que nem são antenadas ao mundo do esporte, além de ser de extrema importância para quem o conhece.

Para quem assiste tantas vitórias e jogadores que são verdadeiros astros do futebol, talvez a origem do clube tenha se perdido nesse meio tempo.

A origem do Paris Saint-Germain

No ano de 2020, o Paris Saint-Germain completou 50 anos desde sua fundação. O clube é notório pela sua riqueza, seus investimentos, jogadores de nome e qualidade de jogo, mas nem sempre foi assim.

Seu início se deu em um contexto propício, uma vez que os franceses amam futebol. Eles já tinham grandes nomes e títulos com a Seleção da França, mas os moradores de Paris queriam um time para chamar de seu. Em 1970, na França, o Paris Football-Club e a equipe Stade Sangermanois se juntaram, sendo consolidado pela própria Federação Francesa de Futebol no dia 27 de maio.

O SSG disputava a segunda divisão e fazia um bom trabalho no campo, então aceitou se juntar ao Paris, formando o Paris Saint-Germain. Nesse momento, as cores do time já eram branco, azul e vermelho por conta da junção.

Contudo, o processo de formalizar o time demorou e só foi consolidado no dia 12 de agosto do mesmo ano que a Prefeitura de Polícia de Paris aceitou realizar a transição do nome para Paris Saint-Germain Football-Club.

Porém, a fama da equipe de qualidade não foi imediata. Ao chegar na primeira divisão da Liga Francesa, no ano em que foi fundado, o PSG não teve sucesso. Eles tiveram momentos bons e ruins por três anos, até que conseguiram se consolidar na primeira divisão, e desde então se fixaram lá.

O primeiro título

Paris Saint-Germain

PSG

O primeiro título só foi conquistado na temporada 1981/82, quando ganharam a Taça da França contra o rival Saint-Étienne, um dos maiores times da França. Depois do primeiro título, o time só se estabilizou no futebol francês. Já no próximo ano, o PSG ganhou mais um título na Taça da França contra o Nantes.

O primeiro título nacional veio na temporada 85/86, quando o PSG ganhou a Ligue 1. Incrivelmente, no ano seguinte, só conseguiram chegar na sétima posição. Em 88, chegaram ao décimo quinto!

Assim, nessa época, pediam a demissão do presidente Borelli, que já estava no cargo há uma década e era considerado ultrapassado. Já os anos 90 mudaram tudo e foram incríveis para o time. Em 1991, fizeram uma parceria com o Canal +, uma das maiores emissoras da França. Com essa parceria, a emissora investiu muito dinheiro e até mudaram o presidente para Denisot. Foi nesse momento que começou sua Era de Ouro. 

A Era do Ouro do PSG

Ao todo, foram 9 taças conquistadas, incluindo a Taça da França, Taça da Liga da França, Campeonato Nacional e Supertaça da França. O time estava cada vez mais presente no topo do futebol francês, trilhando sua história. Mas, logo tudo começou a declinar novamente.

Em 94, conquistaram o tão desejado segundo título da Ligue 1 e se classificaram para a Champions, em que foram eliminados nas semifinais. Nessa época, perderam jogadores importantes como George Weah, que ganhou uma Bola de Ouro no mesmo ano em que saiu do PSG. Um fato curioso é que ele foi o primeiro jogador não-europeu a ganhar uma Bola de Ouro.

Mesmo assim, em 95 e 96, conseguiram ganhar a Taça dos Vencedores de Taças, que era considerada a segunda competição mais importante da Europa, atrás só da Champions. Quase ganharam duas vezes seguidas, mas saíram na final. Ao longo dos anos, ganharam várias Copas sem saber que iriam passar por momentos difíceis.

A virada

Na virada do século, contrataram jogadores que tinham baixo rendimento, como Quédec, que só salvou um gol em 15 partidas. Em 99, chegaram em nono lugar na Ligue 1, mostrando o quanto caíram nas posições. Depois de muito esforço e com a contratação de alguns jogadores muito bons, incluindo Ronaldinho Gaúcho, tiveram um pouco mais de sucesso.

Tudo mudou quando o clube foi comprado pela Qatar Sport Investimentos, em 2011. Com essa chegada, trocaram de presidente para o Nasser Al-Khelaifi, que fez uma série de contrações. Para se ter uma ideia, gastaram mais de 258 milhões de euros em dois anos! Na temporada 17/18, gastaram quase isso só no contrato de Neymar, por 222 milhões de euros. Qual será o futuro do time?

Os gols mais inacreditáveis da história

Matéria anterior

Porca pintora vende quadro por R$ 150 mil

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos