Curiosidades

Alimentos perigosos que todos têm em casa

Mandioca alimentos
0

Todos nós já sabemos da importância da alimentação. Dependendo dos alimentos que damos ao corpo, ele pode ficar forte, resistente e saudável, ou bastante fraco e suscetível a problemas de saúde.

Sempre ouvimos a lista clássica de alimentos vilões, como o açúcar refinado, gordura, farinha branca e sal. Isso porque eles realmente são muito perigosos, mas existem outros alimentos pouco discutidos que podem até ser fatais. Além disso, estão na sua cozinha.

Mel

Mel alimentos

PollyDot/Pixabay

Para você ter noção do quanto esses alimentos são comuns, por exemplo, você provavelmente tem um pote de mel que você adora usar para derramar sobre o pão ou para fazer petiscos gostosos.

É um doce aparentemente inocente mas, conforme especialistas, o mel não pasteurizado contém andromedotoxina. Essa toxina pode causar problemas cardíacos e respiratórios, principalmente para quem tem alergia. Então, certifique-se de que seu mel é pasteurizado!

Castanha de caju

Michael_Luenen/Pixabay

O próximo alimento da lista é um favorito de muitos, sendo comido aos montes como se fosse pipoca. A castanha de cajú é uma das castanhas mais populares entre as casas brasileiras, mas elas podem ser extremamente perigosas se não forem preparadas da forma correta na hora da torra.

Elas precisam ser tratadas com vapor para remover uma toxina chamada urushiol, que, se entrar em contato com a pele, pode causar dermatite e até uma reação alérgica fatal, caso ingerida!

Mandioca

Mandioca alimentos

KavindaF/Pixabay

Essa comida brasileira é usada frita, para fazer bolinhos, caldos, escondidinhos e uma série de receitas incríveis, mas é perigosa. As raízes, assim como as folhas da mandioca, contêm alta concentração de linamarina, um glicídio que pode se transformar em cianeto de hidrogênio no organismo humano. Então, jamais coma mandioca crua.

Amêndoa

Amêndoa

stevepb/Pixabay

O cianeto de hidrogênio também está presente em outra castanha amada: a amêndoa. Na verdade, apenas um punhado de 7 ou 8 amêndoas consumidas de uma vez podem causar problemas fisiológicos em um adulto. Em uma criança, essa quantidade pode ser fatal.

Noz moscada

scym/Pixabay

A noz moscada, muito usada em receitas de confeitaria e em chás, tem um cheiro e gosto incrível. Mas, é um bom exemplo de alimentos que são perigosos. Por sorte, o sabor é bem forte, então nós só consumimos noz moscada em pequeníssimas quantidades.

Segundo pesquisadores, uma quantidade grande ingerida pode causar convulsões e paranoias, ou até problemas mais sérios. Isso é por conta da miristicina, que atua de uma forma parecida com o LSD.

Atum

bigtorica/Pixabay

O próximo alimento é uma das carnes mais consumidas do mundo, crua ou cozida. O problema é que o atum tem uma concentração perigosa de mercúrio, um metal pesado altamente tóxico.

Se você tiver problema de rins, seu corpo não vai processar a substância de forma devida, possivelmente comprometendo suas funções cerebrais. Alguns sintomas de uma intoxicação são enjoo, desmaio e falta de coordenação.

Cereja

ulleo/Pixabay

As cerejas são frutinhas deliciosas, tão amadas que criamos uma metáfora para elas: a cereja do bolo. O problema é que a cereja também contém cianeto de hidrogênio, que pode ser bem perigoso. A sorte é que isso é só na semente.

Então, se você fosse fazer uma torta de castanhas, cereja e noz moscada, você poderia acabar fazendo uma verdadeira bomba para o organismo, podendo ter resultados fatais dependendo da quantidade ingerida e do modo de preparo.

Sabendo de só alguns alimentos e seus perigos, você provavelmente nunca mais vai olhar para sua cozinha da mesma forma. Vale lembrar que tudo isso é comestível, só necessita de atenção.

Fonte: Segredos do Mundo

Virgin Galactic vende passagens para voos espaciais. Qual o preço?

Matéria anterior

Influencer gasta mais de R$ 514 mil em cirurgias plásticas

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos