Entretenimento

Por que não se deve parar de comer frutas em uma dieta low carb?

0

Nos dias atuais, a busca por um estilo de vida mais saudável e por hábitos alimentares positivos é o que a maioria das pessoas está querendo. Aumentar a expectativa de vida e se preocupar em “como” viverá os anos seguintes é quase uma regra. Por isso várias pessoas tem adotado uma dieta baseada em vegetais. Contudo, muitos deixam as frutas de lado e isso nem sempre é necessário.

Como por exemplo, temos o caso de uma paciente que lutava contra obesidade, diabetes descontrolada e o preço dos remédios que tomava. Por conta disso, ela implementou uma dieta baseada em vegetais.

De acordo com a médica Jennifer Roke, a paciente fez um trabalho notável. A paciente aumentou o consumo tanto de frutas quanto de vegetais frescos, parou de comer doce, biscoitos e bolos e também diminuiu os alimentos de origem animal.

Alimentação

Health line

Como resultado, com o passar de seis meses ela perdeu 19 quilos. Além disso, a HbA1c dela, uma medida do nível médio de açúcar no sangue, caiu de 11,5 para 7,6%.

Durante esse processo da dieta, a paciente teoricamente teria que voltar em março de 2020 para seu acompanhamento de três meses. Contudo, por conta da pandemia, ela só conseguiu retornar em maio de 2021. Como resultado, a paciente tinha recuperado um pouco de peso e sua HbA1c subiu para 10,4%.


A paciente explicou que tanto seu médico da diabetes, como uma enfermeira, lhe disseram que ela estava comendo muito “açúcar” na dieta baseada em vegetais que ela estava fazendo.

Nesse ínterim, eles a aconselharam a limitar a quantidade de carboidratos que ela comia, cortando as frutas e os vegetais que eram ricos em amido. Solicitaram ainda que ela comesse mais peixe e frango. Além disso, a incentivaram a comer doces, bolos, biscoitos e adoçantes artificiais sem açúcar.

Dieta

Boa forma

Como a paciente recebeu esses conselhos totalmente diferentes e os considerou estranhos, resolveu ir de acordo com o senso comum de que açúcar é ruim e que deve ser evitado sempre que possível.

“Sou médica, certificada em medicina preventiva com uma clínica de medicina de estilo de vida na Morehouse Healthcare, em Atlanta. Esta especialidade médica emergente se concentra em ajudar os pacientes a fazer modificações no comportamento de estilo de vida saudável. Os pacientes que adotam dietas à base de vegetais com alimentos integrais aumentam a ingestão de carboidratos e muitas vezes observam a reversão de doenças crônicas, incluindo diabetes e hipertensão. Na minha experiência clínica, mitos sobre ‘açúcar’ e carboidratos são comuns entre pacientes e profissionais de saúde”, pontuou Roke.

O corpo humano funciona com glicose. Ela é o açúcar simples que as células usam para obter energia. Em suma, a glicose é um bloco de construção molecular de carboidratos, um dos três macronutrientes essenciais. Os outros dois blocos são gordura e proteína.

Os humano evoluíram para ter vontade de sabores doces para que conseguissem os nutrientes necessários para sobreviver. Até porque, um suprimento diário de vitaminas, minerais e fibras é necessário, já que nosso corpo não consegue produzi-los. Nesse quesito, a melhor fonte para os ancestrais humanos obterem isso eram as frutas doces maduras.

Frutas

Wscom

Além do mais, as frutas também têm fitonutrientes e antioxidantes. Essas substâncias químicas são produzidas apenas pelas plantas. Os fitonutrientes, como o ácido elágico em morangos, têm propriedades de combate ao câncer e promovem a saúde do coração.

Já os açúcares refinados são altamente processados ​​e despojados de todos os nutrientes, exceto calorias. Na realidade, eles são uma forma concentrada de carboidratos.

Então, se uma pessoa satisfizesse seu gosto por doces com os alimentos com açúcar refinado ao invés de frutas ricas em nutrientes, ela poderia não ter todos os nutrientes de que precisa.

Ademais, com o passar do tempo isso pode se tornar um ciclo vicioso e levar à obesidade e a problemas de saúde relacionados a ela. Tanto que as mulheres que comem mais frutas tendem a ter taxas de obesidade menores.

Observações

Freepik

“As pessoas interessadas em perder peso e melhorar a saúde costumam perguntar se devem fazer uma ‘desintoxicação do açúcar’. Na minha opinião, isso é uma perda de tempo, pois não é possível eliminar o açúcar do corpo. Por exemplo, se você comeu apenas peito de frango assado, seu fígado converteria proteína em glicose em um processo chamado gliconeogênese”, explicou Roke.

“Dietas com baixo teor de carboidratos podem levar à perda de peso, mas às custas da saúde. Dietas que reduzem significativamente os carboidratos estão associadas a deficiências nutricionais e maior risco de morte por qualquer causa . Em dietas cetogênicas, com baixo teor de carboidratos, o corpo quebra os músculos e transforma suas proteínas em glicose. A falta de fibra causa constipação”, continuou.

Visto isso, a forma mais segura de se fazer uma “desintoxicação” de açúcar refinado é aumentar o consumo de frutas e vegetais ricos em nutrientes. Então, depois de eliminar o açúcar refinado a pessoa descobrirá que suas papilas gustativas ficarão mais sensíveis. Como resultado, elas apreciarão mais a doçura natural das frutas.

Fonte: Science Alert

Imagens: Health line, Boa forma, Wscom, Freepik

Criança pode se aposentar aos 15 anos

Matéria anterior

A mulher que relatou ter dado a luz a coelhos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos