Entretenimento

Animais selvagens que você provavelmente nunca viu antes

0

Você alguma vez já se deparou com algum animal desconhecido? Um inseto que você nunca tinha visto antes? Bem, vira e mexe é normal ver um bicho desconhecido, seja pessoalmente ou na internet. Por conta disso, resolvemos reunir em uma lista os animais mais raros do mundo! É bem provável que você nunca dê de cara com nenhum desses por aí, mas é sempre bom conhecer animais novos, mesmo que seja pela internet, né? 

Gorila da Planície Ocidental

Reprodução

O primeiro se chama Gorila da Planície Ocidental, ele é uma das duas subespécies do gorila ocidental que vivem nas florestas primárias e secundárias, além de habitar em pântanos. 

Pesquisas realizadas desde a década de 1980 comprovam que a caça comercial e os surtos de Ebola estão por trás da queda do número das espécies de gorila na África. Com a última epidemia, acredita se que o número tenha caído ainda mais! Atualmente, no zoológico de Cincinnati, nos Estados Unidos, vivem cerca de 550 gorilas da espécie, que fazem parte dos animais mais raros do mundo. 

Rinoceronte de Sumatra

Reprodução

Outro animal que corre grande perigo de extinção é o Rinoceronte de Sumatra! Ele é conhecido por ser o menor da espécie dos rinocerontes, e o que mais tem características primitivas. Ele sempre foi um grande alvo de caçadores por conta do alto valor dos seus chifres. Estima-se que existem menos de 200 animais da espécie vivos atualmente.

Rato Pigmeu de Montanha

A mountain pygmy possum (Burramys parvus)/ Victoria, Australia.

Saindo agora de animais que não vemos todos os dias, vamos para um que é um pouco mais comum na nossa realidade: o rato! Mas no caso desse, não precisamos nos preocupar. O Rato Pigmeu de Montanha prefere viver em ambientes frios e montanhosos, e são bem mais comuns no sul da Austrália, bem longe da gente aqui no Brasil. Esses animais são bem miudinhos, pesam cerca de 45 gramas, e só se alimentam de frutos, sementes e néctar!

No ano de 2008, ele foi incluído na Lista Vermelha da União Nacional para conservação da Natureza, e desde então, está em perigo crítico de extinção. As estimativas populacionais acreditam que existem pouco menos de 2 mil desses animaizinhos vivos atualmente. O responsável pelo perigo de sua extinção tem sido a destruição de seu habitat natural e as alterações climáticas, o tornando, dessa forma um dos animais mais raros do mundo. 

Crocodilos Filipinos

Reprodução

Outro animal que está em perigo de extinção por conta da destruição do habitat natural são os crocodilos filipinos. Ele não é grande como a maioria dos crocodilos que conhecemos. Os machos da espécie geralmente não crescem mais que 3 metros de comprimento, enquanto as fêmeas são ainda menores. O registro, feito em setembro de 2011, apontou que existiam apenas 250 desses animais vivendo em habitat selvagem. Eles também vêm sofrendo com a caça e com os métodos de pescas destrutivos.

Íbis-eremita

Reprodução

 

O próximo é realmente um dos animais mais raros. Seu nome é Íbis-eremita e ele é uma ave migratória, ou seja, esses animais não ficam em apenas uma parte do mundo. Eles se locomovem de acordo com a época do ano, sempre procurando as melhores condições meteorológicas e alimentares. Eles procuram sempre um ambiente semidesérticos ou rochoso e que fique perto de rios. Infelizmente, eles desapareceram da Europa há mais de 300 anos e foram até considerados extintos. Até que, em 2002, ele foi finalmente redescoberto no deserto Sírio, que fica perto de Palmyra. 

Os cientistas estimam que exista cerca de 500 aves selvagens da espécie no sul de Marrocos e um pouco menos de 10 na Síria. As razões para a extinção deles não é muito clara, mas acredita-se que, além da perda do habitat natural, eles também tenham sofrido com a caça e a intoxicação por agrotóxicos. 

Bicho-pau da Ilha de Lord Howe

Reprodução

Outro animal que já tinha sido considerado extinto e foi redescoberto é o Bicho-pau da ilha de Lord Howe. Os cientistas acreditavam que a extinção desse animal havia acontecido por volta de 1920, quando foram introduzidos ratos na ilha de Lord Howe, que fica localizada entre a Austrália e a Nova Zelândia. A espécie foi redescoberta em 2001, na Pirâmide de Ball, um afloramento rochoso que fica localizado a cerca de 22 quilômetros da ilha.

Addax

Reprodução

Por último, o Antílope branco, que também é conhecido pelo nome de Addax. O animal vive atualmente apenas na parte nigeriana do deserto do Saara, mas já foi encontrado por toda África antigamente. Ele se alimenta principalmente de folhas de arbustos e de qualquer vegetação rasteira, além de ervas e leguminosas. Eles têm uma ótima adaptação no habitat desértico e podem viver sem água por longos períodos. 

Apesar da grande resistência, cientistas acreditam que existam atualmente apenas 300 animais da espécie vivendo de forma selvagem. A população do animal diminuiu devido à caça, à seca e ao turismo. Esses animais também se encontram em estado crítico de extinção. 

Fonte: MegaCurioso

O bungee jump mais radical do mundo

Matéria anterior

A vida de Marilyn Monroe

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos