Entretenimento

Anitta conta que passou horas conversando sobre o futuro do Brasil com Leonardo DiCaprio no Met Gala

0

O Met Gala é um dos eventos mais comentados do mundo do entretenimento. Criado em 1948, a famosa editora Anna Wintour revitalizou a festa beneficente de Nova York nos anos 90. Assim sendo, na edição de 2022, tivemos presenças ilustres das maiores estrelas do momento, incluindo Anitta.

Anitta conversa com Leonardo DiCaprio sobre o Brasil

Na noite de segunda-feira (2), a cantora brasileira marcou presença no tapete vermelho, vestindo uma peça da Moschino decorada em pérolas. Já é a sua segunda participação no evento.

Sendo assim, Anitta foi às redes sociais comentar sobre sua preparação para o Met Gala. Porém, os fãs encheram seus comentários perguntando sobre as possíveis fofocas dos bastidores do evento mais importante do ano.

“Ontem eu passei horassss com o @LeoDiCaprio falando sobre a importância de os jovens tirarem seu título de eleitor. Está na reta final. Vocês sabiam que ele sabe mais sobre a importância da nossa floresta Amazônica do que o presidente do Brasil? Pois sabe”, começou ela.

“Aí papo vai papo vem… trocamos contato e ele se colocou à disposição pra eu pedir o que for necessário. (Não levem pro mau sentido pq não tinha ninguém flertando com ninguém.) A primeira coisa que pedi foi permissão pra contar essa fofoquinha pra vocês”, continuou.

“Eu tenho outras ideias do que pedir. Mas só vou fazer isso se depois que passar o prazo pra tirar o título eu ver que muito mais gente fez seu documento. Fechado? Vambora você, eu e @LeoDiCaprio salvar este país?”, finalizou a cantora.

Já o ator, vencedor do Oscar de Melhor Ator com o filme O Regresso e ex-namorado da supermodelo Gisele Bündchen, usou seu perfil no Twitter para incentivar os jovens brasileiros a tirarem o título de eleitor para participar das próximas eleições.

Met Gala

A festa de gala ocorre no Metropolitan Museum, em Nova York, sendo um desfile extravagante de astros em trajes chiques que deveriam seguir o tema da noite. Dessa forma, a cada ano, um tema é anunciado e, em 2022 foi “Na América: uma antologia na moda”, sendo uma continuação do ano anterior, com tema “Na América: um léxico da moda”.

No entanto, o dress code é inspirado na “Gildes Glamour”, que faz referência ao “Gilded Age”. Esse seria o período entre 1870 e 1900, marcado pela satirização de uma era em que sérios problemas sociais eram mascarados por uma fina camada de ouro. Começando após a Guerra Civil Americana, se sobrepõe à Era da Reconstrução, que foi de um rápido crescimento econômico, fluxo de imigrantes, industrialização e desigualdade social.

A festa e o mundo em crise

Dessa forma, o tema, que conta com algumas das pessoas mais envoltas de glamour do mundo, é uma sátira em si, visto que o evento ocorre logo após a pandemia do coronavírus, em que milhões de pessoas perderam seus empregos e suas vidas.

Segundo o Departamento do Censo dos Estados Unidos, nos primeiros meses da pandemia, milhões de pessoas perderam seus empregos. Apesar de ser possível observar um aumento em contratações após isso, o índice de desemprego continuou notável. No entanto, mesmo com as medidas de auxílio, ao final de 2021, cerca de 20 milhões de casas relataram não ter comida o suficiente e 10 milhões relataram atrasos no pagamento de aluguel.

Considerando que, mesmo convidado a dedo por Anna Wintour, cada astro ainda precisa pagar um valor de US$ 35 mil (R$ 178 mil) para comparecer ao evento com suas roupas mais extravagantes, é impressionante os paralelos encontrados entre o tema deste ano e o presente contexto social.

Este ano, o título de copresidente honorário foi oferecido ao chefe do Instagram, Adam Mosseri, ao lado de Anna Wintour e o estilista Tom Ford. Já quatro estrelas presidiram a noite de 2022 também, sendo eles Blake Livley e Ryan Reynolds, a atriz vencedora do Oscar, Regina King, e o comediante e músico Lin-Manuel Miranda, que criou a peça de sucesso “Hamilton”.

Qual o objetivo da arrecadação?

Uma vez que a arrecadação total do Met Gala gira em torno US$ 16 milhões (R$ 81 milhões), a tradição da festa filantrópica é destinar a quantia para financiar o departamento de moda do Metropolitan Museum (The Costume Institute). Dessa maneira, vale destacar que a festa coincide com a grande exposição anual, apresentada pela manhã na presença da primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden.

Assim, a exposição inclui uma “Antologia da moda” americana, sendo uma retrospectiva do século XIX e XX com uma centena de trajes épicos e reinterpretados por estilistas e diretores como Martim Scorsese, Sofia Coppola e Tom Ford.

Momentos icônicos do Met Gala

Nos degraus do Met Gala (que, para os fãs de Gossip Girl, são os mesmos degraus em que os grupinhos populares se reunem na série), todas as excentricidades são possíveis e as escadas se tornam um palco.

Sendo assim, em 2019, o cantor e ator Billy Porter apareceu como Rá, Deus Sol na mitologia Egípcia, abrindo suas asas douradas e sendo carregado por homens com torsis musculosos.

Reprodução

Contudo, a apresentação de Lady Gaga foi inesquecível. Até porque, ela foi a única estrela a fazer um striptease, começando com um vestido fúscia extravagante e terminando em lingerie preta e um salto típico da Mother Monster.

Reprodução

Met Gala 2022

Na edição de 2022, a pessoa que mais causou comentários com sua apresentação foi a própria host, Blake Lively. Assim, atriz de Gossip Girl (que está muito habituada com aquelas escadas) vestiu Versace. Seu vestido não só recria a silhueta do final do século XIX por meio dos laço gigantes costurados na parte de trás, como revela um processo impressionante.

Reprodução

Iniciando a noite com o vestido cobre, os laços gigantes foram desamarrados, a luva trocada e a cor azul revelada nos degraus do Met. Dessa forma, a referência feita é da Estátua da Liberdade. A estátua foi um presente da França para os Estados Unidos em comemoração ao centenário da Declaração da Independência.

Sendo feita de cobre pelo artista Frédéric Auguste Bartholdi, a estátua era, originalmente, de cor cobre. Porém, com o tempo, o material oxidou e assumiu a cor azul esverdeado, assim como o vestido de Blake Lively.

A Estátua da Liberdade é um importante ícone do crescimento econômico dos Estados Unidos. Além disso, os detalhes no bustiê remetem ao desenho detalhado do Empire State Building. Os desenhos bordados na saia foram inspirados no teto do Grand Central Station, amarrando toda a apresentação com a arquitetura de Nova York.

Fonte: R7

Thales Bretas fala sobre reação do filho ao ouvir sobre Paulo Gustavo

Matéria anterior

Mãe se revolta com recado de escola do filho que pedia “cabelo escovado e maquiagem” para sessão de fotos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos