Curiosidades

Canadense de apenas 7 anos é considerada a garota mais forte do mundo

0

A canadense Rory van Ulft tem apenas 7 anos. Diferente das amigas, que gostam de passar o tempo livre brincando, a pequena, que é ginasta, prefere treinar. Dominada pelo anseio de tornar-se uma profissional de destaque, Ulft faz questão de desafiar seus limites, participando de diversas competições de levantamento de peso.

Na maioria dos eventos em que esteve presente, a canadense sempre conquistou um lugar de destaque. Recentemente, a jovem participou do Nacional Juvenil dos Estados Unidos de Levantamento de Peso. Ulft competiu com crianças de até 13 anos e – sim – acabou superando todos. A pequena ficou em primeiro lugar.

O começo da pequena canadense

A ginástica ainda está presente na vida da jovem canadense, mas para tornar-se uma profissional melhor, Ulft descobriu que precisava ganhar força. Foi aí que a pequena decidiu começar a praticar levantamento de peso.

Sob a supervisão cuidadosa de um treinador, Ulft começou se aprimorando nos estilos snatch e clean and jerk. Após treinos e mais treinos, acabou desenvolvendo força e, consequentemente, acabou também despertando um carinho pelo segmento.

No início, teve dificuldades. Hoje, não mais. Ao que parece, 80 quilos para a candense já não é nada. “Quando ela começou, eu odiava”, disse Lindsay Noad, mãe de Ulft, à CBC.

“Foi tão assustador vê-la levantar aquelas coisas pesadas. Eu, por exemplo, não consigo. Hoje, eu olho para ela e penso: ‘estou orgulhosa de você’. E como não estar? Ela faz coisas incríveis”.

Treinos, treinos e mais treinos

O simples pensamento de uma menina de sete anos levantar peso gerou opiniões controversas. Pra muitos, a canadense corre o risco de se lesionar. No entanto, tanto sua família, quanto seu treinador discordam, afinal, Ulft é constantemente acompanhada por inúmeros profissionais.

Com o auxílio de um médico especialista em medicina esportiva e um pediatra, Ulft segue fielmente recomendações que podem ajudá-la a evitar qualquer tipo de tipo lesão durante os treinamentos.

“Para mim e muitos outros treinadores uma criança sofre qualquer tipo de lesão é inadmissível”, disse Greg Chinn, fundador da JustLift Gym, em Ottawa. “Portanto, sempre respeitaremos os limites de Ulft. Ela nunca ultrapassara seus limites”.

Por atender todas as recomendações dos profissionais que a acompanham, a canadense superou no ano passado oito dos treze garotos que participaram do Campeonato Nacional Juvenil dos Estados Unidos de Levantamento de Peso e, neste ano, acabou conquistando o primeiro lugar na mesma competição.

A competição

“Com base em sua classificação, Ulft, hoje, é considerada a criança mais forte do mundo”, relatou o pai da menina, Cavan van Ulft.

“Em termos de força e em comparação as categorias que participou, atualmente não há ninguém melhor competindo”, acrescentou Cavan .

A pontuação atingida por Ulft no Campeonato Nacional Juvenil deste ano foi de 213.738. O score, agora, a torna a melhor levantadora de peso dos Estados Unidos na categoria juvenil.

A canadense, que usa tatuagens temporárias nas competições, mesmo sendo considerada a menina mais forte do mundo, não pensa em deixar a ginástica.

“Eu gosto de ficar mais forte. Ser mais forte me permite ser melhor dentro do universo da ginástica”, disse.

Enigma do assassino do Zodíaco é desvendado depois de 51 anos

Matéria anterior

Segundo estudos, a ejaculação pode ajudar a prevenir câncer

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.