Curiosidades

Chineses pagam curso para aprender a diferenciar peças de luxo originais de falsificadas

0

Quem aí não ama um produtinho de marca? Pois é, todos nós, não é verdade? Mas, hoje, como há uma infinidade de produtos das marcas de luxo sendo falsificados, fica difícil saber se o que adquirimos é, de fato, original – bom, se compramos do próprio fabricante não; no entanto, como há muitos estabelecimentos por aí revendendo produtos de certas marcas, não é tão fácil avaliar a originalidade do produto em si, ainda mais se não tivermos o conhecimento necessário.

De todas as formas, nosso foco aqui não é a falsificação em si, mas sim o que a indústria da reprodução tem ocasionado, como, por exemplo, o fato das pessoas mais ricas da China estarem pagando milhares de dólares por cursos especializados que ensinam a diferenciar os produtos de luxo autênticos dos falsificados.

Mercado de luxo

De acordo com uma recente reportagem, publicada pelo portal de notícias Odditycentral, o mercado de produtos de luxo China foi avaliado em aproximadamente 4 trilhões de yuans (US$ 617,7 bilhões) – o valor em questão não considera o comércio de bens de luxo usados. Como os produtos das altas marcas são consumidos por milhares chineses, há quem se aproveite desse amor para vender objetos que não são originais.

A maioria das ofertas envolvendo tais produtos são anunciadas somente nas redes sociais chinesas. Nos últimos anos, essas ofertas passaram a ser vistas com mais frequência, o que, ocasionalmente, acabou iludindo muitos cidadãos do país. Para não serem mais enganados, os chineses que possuem poder aquisitivo para comprar uma autêntica bolsa da Louis Vuitton ou Chanel decidiram se matricular em cursos que ensinam a diferenciar os produtos originais dos falsificados.

A Extraordinary Luxuries Business School, com sede em Pequim, é uma das instituições que ofertam tais cursos. A escola cobra cerca de 15.800 yuans (US$ 2.400) por uma oficina – a qual dura apenas 7 dias.

Zhang Chen, fundador da Extraordinary Luxuries Business School, trabalha métodos que são difundidos pelas próprias marcas de luxo. Os funcionários de Chen ensinam aos alunos maneiras pouco conhecidas para verificar certos produtos. Alguns dos métodos envolvem a tipografia da marca, por exemplo. Já outros exigem a necessidade de aparatos tecnologicos, como, por exemplo, algum dispositivo que emane luz ultravioleta.

Segundo Chen, o curso, para aqueles que gostam de comprar produtos de luxo, é extremamente essencial – principalmente devido ao fato de dar aos alunos uma vantagem no crescente comércio de bens de luxo usados. Curiosamente, os alunos que frequentam a Extraordinary Luxuries Business School não são apenas consumidores. Há entre os clientes de Chen editores de revistas de moda a ex-falsificadores que buscam desenvolver suas habilidades em um ramo do mercado menos duvidoso.

Além da Extraordinary Luxuries Business School, outra instituição de renome que oferece os mesmos serviços é a Luxury Appraisal Center. A instituição, em 2018, foi até divulgada pela Sixth Tone.

Falsificação

O curso é caro? É! Mas nós podemos ajudar você a diferenciar um produto original de um falsificado sem precisar pisar na China e desembolsar tanto dinheiro. De acordo com a especialista Carolina Boari, “todos os produtos de luxo que são adquiridos nas próprias lojas de marca ou lojas de departamentos licenciadas possuem preço elevado, certificado de autenticidade e, em alguns casos, número de série”.

Para a profissional, é também necessário ficar atento a outros detalhes, como, por exemplo, o material utilizado na fabricação do produto. “O couro utilizado em uma bolsa de luxo é macio, original e possui a mesma coloração em toda peça”, exemplifica Carolina. “Além disso, vale lembrar que os artigos de luxo possuem etiquetas com o país de procedência, como, por exemplo, made in France ou made in Italy”, afirma a consultora.

5 benefícios da água de coco que você provavelmente não conhecia

Matéria anterior

A crosta da Terra é muito mais velha do que se imaginava

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.