• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Senhor recebe centenas de clientes em confeitaria após filho desabafar no Twitter

POR Jesus Galvão    EM Compartilhando coisa boa      13/03/19 às 14h55

As redes sociais ganharam notavelmente um grande espaço em nossas vidas e através delas, muitos puderam ganhar voz. Basicamente, o dia a dia das pessoas é documentados em imagens, textos e vídeos publicados por elas em seus perfis e contas. Mas elas não se resumem apenas as narrativas cotidianas, as ditas plataformas digitais de interação têm muita força para mudarem aquilo que acontece em nossa "vida real".

Um morador de Missouri City, no Texas, nos Estados Unidos, chamado Billy By, como qualquer outro jovem é bem ativo na Internet. E ele bem sabe que nas redes sociais, muitas pessoas podem dizer e fazer coisas terríveis. Ataques, insultos e o famigerado cyberbullying acontece com muito mais frequência do que imaginamos.

A grande surpresa

Mas, por sorte, não foi isso o que ocorreu na vida de Billy. O rapaz compartilhou no Twitter, recentemente, uma série de fotos da nova confeitaria de seu pai, Satharith By, no dia de sua inauguração, a qual ninguém havia comparecido. "Meu pai está triste porque ninguém veio a sua confeitaria", escreveu na publicação acompanhado de alguns emojis com cara de choro e fotos de seu pai no balcão. Satharith acorda às 2 da manhã para preparar as guloseimas vendidas no lugar.

O post que poderia ter passado despercebido, como os outros milhões postados a cada segundo na rede social, acabou se tornando um viral, com mais de 335 mil retweets e 751 mil curtidas. Contas como a do ator James Woods, a conta oficial do Twitter e a do cineasta Casey Neistat, também divulgaram o tweet do jovem.

Billy percebendo que seu tweet estava ganhando uma super força, ele decidiu então a divulgar o endereço da loja de seu pai e ver se tudo o que estava acontecendo surtiria algum efeito.

Tudo terminou muito melhor do que esperava o jovem, pois em questão de horas, o estabelecimento, que antes estava completamente vazio, ficou tão cheio que os estoques de rosquinhas, principal produto da nova loja, se esgotaram rapidamente.

A corrente do bem

"Eu só queria atualizar todos vocês. Nós vendemos todas as rosquinhas! Vocês são maravilhosos. Eu não conseguiria agradecê-los o suficiente por vir até aqui e apoiar esse negócio. Isso significa muito para minha família", escreveu Billy na rede social.

É muito provável que todas essas pessoas, além do tweet de Billy, tenham sido motivadas por outras pessoas a conhecerem o lugar. Assim formando uma verdadeira corrente do bem, que definitivamente deve ter feito o dia do pai do jovem muito mais feliz. Além de certamente ter renovado suas forças para um novo dia em seu trabalho. Importante ressaltar que as rosquinhas parecem mesmo uma delícia.

A família de Billy se mudou para os EUA como refugiada do Camboja e há 20 anos, abriram uma confeitaria no sul da Califórnia. A loja foi vendida depois que a mãe do rapaz ficou doente e quando ela se recuperou, a família abriu essa nova loja, agora no Texas.

Esse é só mais um testemunho de as redes sociais podem ser bastante prejudiciais em alguns aspectos, mas que também podem ser incríveis e que para fazer o bem, basta querermos.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   UPSOCL  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+