Cientistas detectaram misteriosas ondas de rádio vindas do espaço

POR Thamyris Fernandes    EM Ciência e Tecnologia      27/01/15 às 13h50

Desde 2007 astrônomos tentam explicar a origem de ondas de rádio que podem ser detectadas há milhares de anos-luz, direto do espaço sideral. De acordo com cientistas que acompanham o evento, as explosões das ondas de rádio, também chamadas de 'estouros rápidos de rádio', consistem em pulsos fortes de energia que ocorrem durante milésimos de segundo e, devido à distância, é possível que venham de algum lugar além da Via Láctea.

Na época em que esses estouros foram descobertos, os astrônomos acreditavam que eles viajavam mais de 3 bilhões de anos-luz até serem detectados. Foi então que hipóteses sobre a origem das ondas começaram a ser levantadas e, entre a lista, as mais comuns era de que o sinal vinha da atmosfera da Terra, do centro da galáxia e até mesmo que se tratava do som do telescópio de Parkes, o único a detectar as ondas durante anos, desde a primeira vez.

Em 2012, no entanto, essa última hipóteses caiu, não demorando muito para que todas as outras também se dissolvessem. Isso porque o Observatório Arecibo também passou a detectar as explosões de ondas de rádio.

1

Foi então que até mesmo a distância da origem do som foi melhor mensurada e, conforme a Universidade Swinburne, o sinal tem mesmo origem há 5,5 bilhões de anos-luz. Além disso, a onda era polarizada, sugerindo que o campo magnético de seu 'ponto de partida' agia de forma a alinhar as ondas em determinadas direções.

Munidos com um equipamento desenvolvido especialmente para investigar esse fenômeno, os cientistas agora ativam 12 telescópios todas as vezes em que as ondas de rádio são detectadas. Mas, mesmo com com essa tecnologia, ainda não foi possível identificar de onde vêm os estouros precisamente.

A parte decepcionante dessa notícia, no entanto, é que os astrônomos, apenas de não saber a origem das ondas de rádio, nem sequer cogitam alguma interferência extraterrestre nesses eventos. Segundo eles, as possibilidades mais prováveis é de que as explosões venham de colisões entre buracos negros ou estrelas de neutrons, buracos negros em evaporação ou até mesmo erupções emitidas por estrelas de neutrons magnéticos.

2

Continue lendo sobre coisas misteriosas. Confira também: 7 Sons misteriosos que a ciência não conseguiu explicar e Como cientistas procuram por sinais alienígenas?

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+