• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça o estranho comício nazista que aconteceu em 1939 nos Estados Unidos

POR Jesus Galvão    EM História      03/01/19 às 14h18

Uma espécie de comício nazista foi realizado no Madison Square Garden, em Nova York, Estados Unidos, no ano de 1939. A cerimônia reuniu milhares de pessoas em um dos mais importantes locais de eventos do mundo. Tal comício ocorreu dois anos antes dos Estados Unidos declararem guerra aos alemães.

Tudo foi organizado e promovido por uma entidade chamada German American Bund, ou Liga Germano-Americana em tradução livre, formada por imigrantes alemães. O evento ocorreu no dia 20 de fevereiro e contou com o comando de Fritz Kuhn, líder do grupo e que ficou conhecido como 'Hitler dos EUA'.

O comício

Aproximadamente 22 mil pessoas que tinham vínculo com a liga foram ao Madison Square Garden naquele dia. Uniformes nazistas compunham o vestuário dos militantes que marchavam enquanto recitavam palavras de ordem anti-semitas e saudações a Hitler, o Führer.

Bandeiras da liga cercavam uma grande imagem de George Washington. De acordo com Arnie Bernstein, que escreveu um obra sobre a tal liga, os organizadores queriam dar um ar de patriotismo ao evento nazista. Ainda segundo ela, um dos objetivos do comício era a criação de uma sociedade estadunidense branca e livre dos sindicatos comandados por judeus e orientados por Moscou.

No entanto, muitas pessoas também se mostraram contra tal evento. O Partido Socialista dos Trabalhadores organizou uma manifestação onde foram distribuídos cerca de 200 mil folhetos que convocavam os nova-iorquinos a irem para as ruas protestarem. Nos folhetos, a seguinte mensagem podia ser lida: "Não espere pelos campos de concentração. Tome uma atitude agora!"

Os conflitos

Do lado de fora da arena, milhares de civis compareceram a manifestação anti-nazista. A polícia compareceu ao local para tentar conter os conflitos entre aqueles que compactuavam com os ideias de Hitler e as pessoas contra os princípios nazistas.

Durante o discurso anti-semita de Fritz Kuhn, Isadore Greenbaum, manifestante judeu, conseguiu a invadir o evento, na tentativa de agredir o líder da Liga. Entretanto, Greenbaum não conseguiu cumprir sua 'missão' depois de ser capturado e espancado pelos nazistas. A polícia conseguiu retirá-lo do local ainda com vida.

Porém, Greenbaum foi preso por promover baderna. Em 1941, a Liga Germano-Americana foi desfeita, logo após a prisão de Kuhn, que foi condenado por fraude fiscal e peculato. Em 1943, Fritz Kuhn teve sua cidadania revogada e, cerca de dois anos depois, o Hitler dos EUA foi extraditado para Alemanha.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   History  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+