Esse neurocientista ensinou como rejuvenescer o cérebro
Tempo de leitura:2 Minutos, 34 Segundos

Esse neurocientista ensinou como rejuvenescer o cérebro

O cérebro é o órgão mais complexo e importante de nosso corpo. Tão importante quanto o coração até, se ele pare de funcionar, mesmo que o coração bata, o que ocorre é uma morte cerebral e não há mais nada que possa ser feito. Além de ser um órgão crucial para nossa sobrevivência. O cérebro é também cheio de mistérios, há inúmeras pesquisas em todos os campos possíveis que têm como objetivo entender melhor sobre sua funcionalidade e capacidade.

O que se sabe é que o cérebro é capaz de coisas incríveis, mas para isso é preciso conhecê-lo a fundo. Ainda não se sabe exatamente o que ele pode fazer e as pesquisas querem descobrir o quão capaz nosso cérebro é. Basicamente, todas as atividades que desenvolvemos passam por nosso cérebro, assim, é crucial que ele funcione bem para que tenhamos uma vida feliz.

Infelizmente, todos nós colecionamos maus hábitos e vícios que afetam nossa saúde cerebral. Até mesmo um dos neurocientistas mais famosos da atualidade tinha alguns hábitos não saudáveis que ele decidiu mudar.

Em busca de um cérebro saudável

​Daniel J. Amen, um dos maiores neurocientistas da época decidiu estudar o próprio cérebro. Aos 37 anos, a tomografia de seu cérebro foi mais desanimadora do que ele previu. Seu cérebro parece irregular e feio. Isso porque ele não bebia, fumava ou usava drogas. Em compensação, ele tinha alguns maus hábitos: bebia refrigerante diet, sofria de estresse, dormia apenas entre 4 e 5 horas por noite e tinha excesso de peso.

Foi então que Daniel decidiu mudar seus hábitos, para ver de que forma isso afetaria a saúde de seu cérebro. E ele não fez isso apenas com ele mesmo, o cientista foi além e abriu dezenas de clínicas em todo o mundo. Há mais de 20 anos, ele realiza mais de 70 mil tomografias e descobriu que existe uma maneira de retardar o envelhecimento cerebral. Não apenas retardar, mas também reverter.

O que fazer para rejuvenescer o cérebro

Alguns hábitos são extremamente prejudiciais à saúde do cérebro. Coisas simples como ficar muito tempo em frente à TV, pensamentos negativos ou excesso de cafeína podem prejudicar nosso cérebro. Mas, felizmente, o órgão é bastante flexível e algumas mudanças podem logo gerar resultados.

Aprender coisas novas, ter uma dieta saudável e tomar multivitamínicos (com óleo de peixe) são alguns dos hábitos bons. Essas são algumas das coisas que Daniel começou a praticar no seu dia a dia. Além disso, ele também começou a praticar atividades físicas, a dançar e a pensar positivo. Pode parecer bobo, mas os pensamentos positivos fazem muito bem para a saúde.

A gratidão também se tornou uma prática diária. De acordo com o neurocientista, se você escolher três coisas para ser grato durante o dia, todos os dias, deois de três semanas o seu nível de felicidade aumentará significativamente. Dessa forma, nosso cérebro estará completamente saudável e isso irá cooperar com a saúde de todo nosso corpo. Não apenas fisicamente, mas também espiritualmente. Você será mais feliz, irá conseguir atingir suas metas e terá uma vida mais saudável.