Curiosidades

Estresse social pode acelerar envelhecimento do sistema imunológico

0

O nosso sistema imunológico tem uma função muito importante. Ele é o responsável por, nada mais nada menos, do que combater e eliminar agentes estranhos que entram no nosso corpo. Ou seja, ele age como um escudo, nos protegendo de possíveis doenças e infeções. Por isso, ele também é conhecido como o sistema de defesa do corpo humano.

Contudo, conforme as pessoas vão envelhecendo, o sistema imunológico vai perdendo a força naturalmente. Esse envelhecimento, chamado de imunossenescência, pode ser um causador importante de problemas de saúde relacionados com a idade, como por exemplo, o câncer e as doenças cardiovasculares.

Entretanto, o sistema imunológico de pessoas diferentes não envelhece na mesma velocidade. Por exemplo, o estresse está relacionado com sinais de envelhecimento acelerado do sistema imunológico.

Estudo

R7

Então, para entender melhor essa discrepância entre a idade cronológica e a idade imunológica, os pesquisadores da Universidade da Califórnia e Universidade do Sul da Califórnia fizeram uma análise dos dados do Health and Retirement Study (HRS), que é uma grande pesquisa feita nos Estados Unidos com adultos acima dos 50 anos.

Os participantes foram questionados a respeito de diferentes fatores de estresse que já vivenciaram. Seja a perda de emprego, discriminação, estresse crônico, além de grandes traumas, como morte e doença na família.


Além dos questionários, o HRS também coleta amostras de sangue dos participantes, depois analisa a porcentagem dos diferentes tipos de células imunes que estão presentes, dentre elas, os glóbulos brancos. Isso porque essas células têm um papel central nas respostas imunes aos vírus, bactérias e outros invasores. Essa foi a primeira vez em que informações tão detalhadas a respeito de células imunes foram coletadas em uma grande pesquisa nacional.

Observações

Sergipe notícias

Então, os pesquisadores analisaram os dados de 5.744 participantes e descobriram que aquelas pessoas que vivenciaram mais estresse tinham uma porção menor de células T novas. Essas são as células necessárias para enfrentar invasores novos, ou seja, aqueles que o sistema imunológico nunca viu antes.

Entretanto, essas mesmas pessoas têm uma proporção maior de células T já especializada. Elas são células velhas que já acabaram sua capacidade de combater invasores e agora produzem proteínas que podem aumentar uma inflamação prejudicial.

Por conta disso, as pessoas que tem essas proporções de células T novas e antigas têm um sistema imunológico mais envelhecido. Mas uma das coisas que ajuda a amenizar essa proporção é uma dieta saudável e exercícios regulares.

Descobertas

Eu quero biologia

Outra coisa que os cientistas descobriram foi que a exposição potencial ao citomegalovirus, que é um vírus geralmente assintomático, conhecido por acelerar o envelhecimento do sistema imunológico, diminui a relação entre estresse e envelhecimento das células imunes.

Mesmo que esse vírus fique dormente no corpo, os pesquisadores descobriram que o estresse pode aumentar a força dele e acabar obrigando o sistema imunológico a combater esse vírus reativado. Por sua vez, esse controle da infecção pode ter como resultado células T mais exaustas no corpo e com isso infecções crônicas. Isso é um grande contribuinte para as doenças relacionadas à idade.

Esse estudo feito ajudou a compreender melhor a relação entre o estresse social e o envelhecimento imunológico acelerado. Além de também destacar possíveis formas de retardar o envelhecimento imunológico.

“É importante notar, no entanto, que os estudos epidemiológicos não podem estabelecer completamente causa e efeito. Mais pesquisas são necessárias para confirmar se a redução do estresse ou as mudanças no estilo de vida levarão a melhorias no envelhecimento imunológico e para entender melhor como o estresse e os patógenos latentes, como o citomegalovírus, interagem para causar doenças e morte”, disseram os pesquisadores.

Por conta disso que, atualmente, os cientistas ainda continuam a pesquisa e analisam, por exemplo, como as adversidades na infância podem influenciar o envelhecimento do sistema imunológico. Até porque, compreender o que influencia o envelhecimento do sistema imunológico pode ajudá-los a entender melhor qual a abordagem a ser usada em diferentes casos.

Fonte: Superinteressante

Imagens: R7, Sergipe notícias, Eu quero biologia

Merlot: saiba mais sobre um dos vinhos mais populares do mundo

Matéria anterior

Espetaculares imagens da Estação Espacial passando em frente ao sol

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos