Curiosidades

Estudo descobriu 14 descendentes de Leonardo da Vinci vivos

0

O pintor Leonardo da Vinci é uma das figuras históricas mais importantes do mundo das artes. Pouca gente sabe, mas além de ser o responsável por pinturas como A última ceia e Monalisa, ele também se destacou como cientista, matemático, engenheiro, arquiteto, poeta e músico.

Ele fez tudo isso entre 1452 e 1519, enquanto viveu. Ele morou nas cidades de Milão, Veneza, Roma e Bolonha. A criação de da Vinci foi bem diferenciada, pois ele foi teve acesso à leitura e à escrita em casa. Segundo seus diários, ele tinha um grande encanto pelas aves de rapina e nas propriedades da água.

Esse artista era cheio de peculiaridades que, juntas, faziam com que ele fosse esse gênio. Segundo alguns historiadores da arte, ele é o artista mais importante do Alto Renascimento. Da Vinci deixou, em suas obras, vários mistérios não resolvidos.

Além da pintura, Da Vinci conseguiu chamar a atenção do grande público por ser um grande observador da natureza. Em seus cadernos, rascunhos e notas, ele registrava o movimento dos animais, como uma forma de buscar explorar a natureza. Ele tinha muitos registros do voo dos pássaros e a movimentação dos animais na natureza. Segundo os estudiosos, ele era tão impressionante que conseguiu acertar exatamente como um feto se posicionava no útero da mulher.

Da Vinci foi chamado de polímata, uma pessoa que possui conhecimento em mais de uma área. Isso porque ele equilibrava talentos dos mais diversos tipos com sua habilidade de inventar. E por mais que o trabalho e legado dele sejam bem conhecidos, pouco se sabe sobre a história pessoal de Da Vinci.

Então, na tentativa de solucionar esses mistérios que envolvem a vida do artistas, pesquisadores foram investigar a árvore genealógica de Da Vinci. Com isso, eles conseguiram identificar 14 descendentes vivos do pintor.

Descendentes

A pesquisa foi liderada por Alessandro Vezzosi, fundador do Museu Ideal Leonardo da Vinci, e Agnese Sabato, presidente da Associazione Leonardo da Vinci Heritage. Ela conseguiu recuperar informações apenas dos homens da árvore genealógica de Da Vinci.

Segundo os pesquisadores, os descendentes Da Vinci tem idades entre um e 85 anos. Eles moram em cidades-limítrofes de Versilia, na Itália, e tem trabalhos comuns.

Para fazer essa pesquisa da árvore genealógica de Da Vinci foram remontadas 21 gerações de pais e filhos começando em 1331. Essa data é anterior ao nascimento do próprio Da Vinci, que nasceu em 1452.

Estudo

Então, os pesquisadores se basearam nas informações genealógicas do pai do pintor, Piero, e do seu meio-irmão, Domenico, para assim conseguirem remontar cinco ramos da família.

Segundo os dados da pesquisa, o cromossomo Y, que é o transmitido aos descendentes do sexo masculino, não teve mudanças durante as 25 gerações.

Os pesquisadores acreditam que identificar e entender o DNA e a origem genealógica de Leonardo Da Vinci pode ser útil no processo de verificação de autenticidade das obras de arte do pintor. Além disso, esses dados também podem esclarecer algumas razões por trás da genialidade do homem.

Esses benefícios vão te mostrar porque incluir uma soneca na sua rotina

Previous article

7 dúvidas recorrentes sobre as vacinas contra coronavírus respondidas por especialistas

Next article

Comments

Comments are closed.

More in Curiosidades

You may also like