Curiosidades

Gangorras foram construídas na fronteira entre os EUA e o México para crianças brincarem juntas

0

Três gangorras rosas foram instaladas em um trecho da fronteira entre os Estados Unidos e México. O equipamento foi montado pela equipe do arquiteto Ronald Rael e da designer Virginia San Fratello. Rael é professor de arquitetura, na Universidade da Califórnia, em Berkeley, e criou as gangorras nas frestas do muro que separa os países para, ludicamente, aproximar as famílias de ambos os lados da barreira.

Depois de sua instalação e de um vídeo publicado pelo ator mexicano, Mauricio Martinez, no Twitter, muitas pessoas se reuniram ao redor das gangorras. Entre elas, adultos e crianças. Por alguns momentos, a parede de metal, que tem sido construída para separar as duas nações, pôde ser esquecida. Dando lugar aos risos e à diversão.

As gangorras foram instaladas no trecho entre El Paso, no Texas, EUA, e Ciudad Juarez, no México. O projeto é muito poderoso justamente por sua simplicidade. A forma como é apresentado cria um verdadeiro contraste com a imagem criada das fronteiras, pelo caloroso debate sobre a imigração.

Entretanto, algumas pessoas, nas redes sociais, disseram ter visto um lado sombrio na instalação das gangorras. Enquanto para muitos o “brinquedo” era uma mensagem sobre igualdade e união, para outros, era um verdadeiro retrato de um futuro obcecado pela segurança.

O atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desde que assumiu seu cargo, tem tentado vender a imagem da fronteira como um lugar sem lei. Que serve de porta de entrada para invasores que desejam causar danos ao país. O que já foi bastante criticado pela imprensa e por muitas pessoas ao redor do mundo. Porém, o fluxo de cidadãos comuns, que foram até o local se divertir nas gangorras, trouxe um novo olhar sobre a situação.

Além das barreiras

Virginia San Fratello, professora da Universidade Estadual de San Jose, na Califórnia, e uma das idealizadoras do brinquedo, disse que ela e Rael fizeram uma escolha muito consciente em combater a política altamente tendenciosa de Trump em relação à fronteira com algo muito simples: a alegria de um parquinho infantil.

Ainda de acordo com a dupla, o projeto foi criado muito antes do momento político atual do país. A ideia das gangorras surgiu após o Secure Fence Act, de 2006. Um ato do Congresso dos Estados Unidos que autorizou e parcialmente financiou a construção de 1126,54 quilômetros de cercas ao longo da fronteira mexicana.

“Frequentemente viajamos pelo sul da Califórnia, Arizona e Texas e vimos partes da parede sendo construídas ou reforçadas”, disse San Fratello em uma entrevista. “Vimos como isso estava mudando a vida das pessoas. Vimos essa ruptura e queríamos pensar em cenários que uniriam as pessoas”.

Em sua conta no Instagram, Rael fez uma post sobre a instalação das gangorras. Nele, o arquiteto afirmou que esta foi uma das experiências mais incríveis de sua carreira e de San Fratello.

“[Foi] um evento cheio de alegria, animação e união na fronteira. O muro virou literalmente o ponto de sustentação para as relações dos EUA com o México. Crianças e adultos foram conectados de forma significante em ambos os lados. Com o reconhecimento de que as ações que acontecem em um lugar devem ter consequências diretas do outro. Incríveis ‘obrigados’ a todos que fizeram esse evento possível”.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

7 coisas que você precisa saber para lidar com narcisistas

Matéria anterior

Primeiro confronto de Naruto contra Jigen não termina bem

Próxima matéria

Comentários

Comentários não permitidos.

Mais em Curiosidades

Você pode gostar