Curiosidades

Gosta de gin tônica? É provável que você seja um psicopata

0

De acordo com especialistas, a psicopatia está entre os distúrbios mentais mais difíceis de diagnosticar e detectar. O psicopata, na maioria das vezes, parece normal e, até mesmo, encantador. No entanto, lhe falta consciência e empatia, o que o torna um ser manipulador, volátil e, em alguns casos, criminoso.

No entanto, uma em cada 30 pessoas pode ser diagnosticada com psicopatia. Normalmente, um psicopata que não é assassino pode estar em escritórios, muitas vezes ganhando promoções enquanto puxa o tapete dos colegas. Também é possível encontrar pessoas assim entre os políticos que desviam dinheiro de merenda escolar, médicos que deixam seus pacientes morrerem por descaso e até mesmo amigos que pedem dinheiro emprestado e nunca devolvem.

Além desses lugares, outros locais, como supermercados e bares podem ser ideais para se identificar um psicopata. Isso porque o nível de maldade de uma pessoa também pode ser expressado através das suas preferências por comidas e bebidas.

Essa relação entre os sabores e personalidade foi vista em um estudo da universidade de Innsbruck, na Áustria. No estudo, das 953 pessoas entrevistadas, as que tinham maiores tendências antissociais e sádicas eram as fãs de comidas amargas, como por exemplo, chocolate com alta porcentagem de cacau, café, gin, água tônica e frutas cítricas.

Estudo

Bartender store

No experimento, os voluntários tinham que avaliar o quanto gostavam de 40 tipos diferentes de alimentos. Depois disso, eles responderam três questionários psicológicos diferentes. O primeiro media a agressividade. Nele, o voluntário tinha que dizer o quanto se identificava com frases como, “já ameacei conhecidos” e “quando provocado, posso bater em alguém”.

O segundo questionário era um dos instrumentos mais famosos da psicologia para entender a maldade. Ele é chamado de “teste da tríade da escuridão” e mede três elementos da personalidade que faz parte do estereótipo de pessoa ruim, maligna.

Esses elementos são: maquiavelianismo (“Eu tendo a manipular os outros para conseguir o que quero”), psicopatia (“Sou insensível e indiferente com frequência”) e, por último, o narcisismo (“Quero que as pessoas prestem atenção em mim”).

Para o último questionário, os pesquisadores adicionaram o Trio do Mal, que eles chamaram de “sadismo do dia a dia”. Nesse questionário, eles perguntavam aos voluntários o quanto eles concordavam com frases como, “tirar sarros das pessoas  é especialmente satisfatório quando elas percebem”.

Resultado

Psyciência

Como resultado, os voluntários que pontuaram mais alto nesses testes, indicando traços de personalidade chamados “malévolos” e antissociais, eram os mesmos que preferiam mais os sabores amargos. E a relação com a comida amarga era especialmente forte em quem era psicopata e sadista do dia a dia.

Com o resultado em mãos, os pesquisadores foram interpretá-lo olhando para o passado evolutivo. Crianças humanas tendem a preferir comidas doces. Isso faz sentido na natureza porque doce é carboidrato, ou seja, caloria, e quanto mais calorias, maior a chance de sobrevivência no mundo selvagem.

No caso do gosto amargo, ele dá um alerta para o cérebro, que no passar de milhares de anos, aprendeu que esse gosto pode ser relacionado com veneno.

Preferências

Tudo para homens

Mas uma das características conhecidas de quem é psicopata é que essa pessoa não tem medo. O que quer dizer que o sistema de alerta do corpo dessa pessoa não faz um grande alarde quando identifica ameaças. Por conta disso, ele é mais frio em um momento tenso. O que faz com que esse tipo de pessoa seja mais perigosa.

Então, pode ser por conta disso que um psicopata consegue curtir uma comida mais amarga. Até porque, o seu organismo não rejeita esse gosto como o organismo de uma pessoa sem a condição faria.

Fonte: Superinteresante

Imagens: Bartender store, Psyciência, Tudo para homens 

Nasce a primeira tartaruga de Galápagos albina do mundo

Matéria anterior

Noivos abandonam casamento para procurar cachorro que sumiu

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos