Notícias

Jardineiro que ficou cego após doença nos olhos faz rifa para pagar curso de pedagogia

0

Rogério é cego desde a infância por causa de complicações por um glaucoma. Adulto, ele se tornou um jardineiro da Companhia de Urbanização do Município de Goiânia (Comurg) e hoje faz rifa para conseguir pagar a faculdade de Pedagogia.

Rogério, de 41 anos, trabalha na Comurg há 16 anos. Assim, quem originou o sorteio foram seus colegas de trabalho, que reconhecem o esforço de Rogério e o admiram por isso.

O jardineiro tem o sonho de ser professor, então ele ingressou na faculdade de pedagogia. No entanto, como muitos outros estudantes, com a pandemia e as dificuldades financeiras decorrentes desse período, foi necessário trancar o curso e parar de estudar.

“Quando eu fui lá e tranquei, fui a pé e voltei, quando voltei fui de lá até aqui chorando. É meu sonho, chorei porque não queria trancar”, conta Rogério.

Dessa forma, depois de perceber tamanha tristeza no colega de trabalho por não poder mais estudar, José Evangelista Moreira teve a ideia de organizar o sorteio.

“Eu vinha notando que ele estava triste, porque ele vai comigo e volta do trabalho todos os dias. Eu procurei saber o que estava acontecendo e ele disse que não estava mais conseguindo pagar a faculdade”, disse José.

Estudante exemplar

rifa para ajudar estudante cego

Reprodução/TV Anhanguera

No seu ambiente de trabalho, na Comurg, o esforço de Rogério era reconhecido entre seus colegas. Enquanto ainda estava estudando, ele desenvolveu o hábito de gravar suas aulas em um gravador. Então, ele escutava as aulas novamente em uma caixa de som durante seu trabalho.

De acordo com José, seu amigo, conseguiram vender as rifas rapidamente. Assim, ao retomar os estudos como tanto sonhou, Rogério já disse pensar em sua futura pós-graduação, ajudando outros cegos.

“Me vejo daqui alguns anos sendo professor de braille e professor de história também”, revela Rogério. Como trabalha na Comurg há quase duas décadas, Rogério conta que não esconde o orgulho por batalhar pelo seu grande sonho de se tornar professor.

“Estou pagando minha faculdade através da Comurg e da minha pazinha, meu instrumento de trabalho. Quando eu formar e eu for apresentar lá, quero levar ela, vou mostrar para as pessoas que um simples objeto é importante para você conseguir suas coisas. Não importa o que você faz, o que importa é se você faz com amor e carinho”, diz o jardineiro.

Glaucoma

O Dia Nacional de Combate ao Glaucoma ocorre no dia 26 de maio e diz respeito à doença que acomete os olhos e é responsável pela cegueira quando não tratada.

Assim sendo, o glaucoma é uma doença ocular que ocorre principalmente pela elevação da pressão intraocular, o que provoca lesões no nervo ótico e, como consequência, comprometimento visual.

Além disso, existem diversos tipos. O glaucoma crônico simples ou glaucoma de ângulo aberto, que representa cerca de 80% dos casos, ocorre nas pessoas acima de 40 anos e pode até ser assintomático.

Esse tipo é causado por uma alteração anatômica na região do ângulo da câmara anterior. Isso impede a saída do humor aquoso e também aumenta a pressão no olho, podendo fazer o paciente ficar cego.

Já a principal característica do glaucoma de ângulo fechado é o aumento súbito de pressão intraocular, conforme descreve o site Drauzio Varella. A forma mais rara da doença é o glaucoma congênito, que acontece com os recém-nascidos. Por fim, o glaucoma secundário é causado por enfermidades como cataratas, diabetes, uveítes, entre outros.

Inicialmente, a doença é assintomática, sendo que a perda da visão ocorre em estágios mais avançados, afetando a visão periférica. Depois, o campo visual estreita progressivamente até se transformar em visão tubular. Sem tratamento, o paciente corre risco de ficar cego.

Por mais que seja mais comum identificar glaucoma em pacientes acima dos 40 anos, pode ocorrer em qualquer faixa de idade.

Fonte: G1

Ex-enfermeira que atuou na Segunda Guerra Mundial salta de paraquedas para comemorar aniversário de 100 anos

Matéria anterior

Doja Cat cancela shows após passar por cirurgia nas amígdalas

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos