Entretenimento

Jovem engana cidade oferecendo emprego em shopping que seria construído em 22 horas

0

Ao menos 3 mil pessoas compareceram ao Cabo de Santo Agostinho, na grande Recife, depois do anúncio das supostas vagas que seriam abertas para as pessoas trabalharem na construção de um shopping em um terreno localizado na BR-101. Representantes do município informaram que o projeto deveria passado por uma avaliação de diversos órgãos, tanto municipais quanto estaduais, o que aparentemente não ocorreu.

Segundo a Prefeitura do Cabo, o licenciamento para a implantação do shopping não foi solicitado. De acordo com os empreendedores, foram ofertadas 520 vagas de emprego para diversas funções como soldadores, pintores e pedreiros. Uma outra seleção, em busca de cerca de 500 pessoas, será elaborada para aqueles que desejam trabalhar nas lojas do novo centro de compras.

A espera

Na última terça-feira, 20, a ideia inicial dos responsáveis pela construção do shopping previa o atendimento prioritário dos candidatos que já haviam entregue seus currículos anteriormente. Os candidatos seriam atendidos em ordem alfabética. As pessoas que também fossem entregar seus currículos na hora seriam atendidas posteriormente.

Milhares de pessoas compareceram ao local em busca da oportunidade de emprego divulgada. Muitos, durante a madrugada, tentavam conseguir um bom lugar nas filas que se formaram. Enquanto as filas cresciam, a polícia militar foi acionada para auxiliar, acompanhando a movimentação de pessoas nas imediações.

Quando os portões foram abertos, alguns candidatos foram chamados para adentrar. Outras pessoas que estavam na fila então começaram a forçar as grades para entrar no imóvel que estava recebendo os candidatos. Para evitar mais problemas, a eles foi dito que deixassem seus currículos e fossem para casa, pois apenas seriam chamados após a avaliação inicial dos currículos.

Entretanto, muitos dos que ali estavam não deixaram o lugar. Às 10h30, o proprietário do futuro Palladium Cabo de Santo Agostinho, Vitor Souza, informou que o tumulto estava prejudicando a seleção. Ele disse ainda que, a pedido da Polícia Militar, as atividades seriam encerradas. “Hoje, vamos apenas agendar o dia e o horário de entrevistas para os candidatos”, disse Vitor.

Decepção

Segundo Vitor, eles possuem uma meta de construir o centro comercial em apenas 22 horas. “Queremos entrar para o Guiness Book, como uma das construções mais rápidas a serem feitas. Estamos com todo o material preparado e falta a mão de obra”, afirmou o jovem.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Cabo, Moshe Caminho, os empreendedores responsáveis pela construção do shopping não apresentaram informações necessárias que viabilizariam a obra na área do polo industrial. O que torna impossível avaliar um processo que não foi esclarecido oficialmente.

“Acionamos os órgãos competentes para averiguar o que está acontecendo. Atualmente, o município desconhece o empreendimento”, contou Caminho. A prefeitura planeja convocar os responsáveis pelo projeto para que apresentem justificavas ao município sobre tal obra.

A rede de shoppings Palladium, que atualmente administra cerca de 10 centros comerciais, informou que não possui nenhum tipo de vínculo com o projeto anunciado no Cabo de Santo Agostinho.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueça de compartilhar com os amigos.

Homem com nariz escorrendo descobre que vazamento é fluido cerebral

Matéria anterior

7 animes com os quais Hollywood nunca deveria ter mexido

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos