Curiosidades

Menino de 12 anos ganhou 2 milhões de reais nas férias com NFTs de baleias

0

As férias são a época mais esperada quando somos crianças e adolescentes. É nessa época que ficamos livres das responsabilidades escolares e podemos nos divertir com nossos amigos. A maioria das crianças usa esse tempo para isso. Mas alguns conseguem fazer coisas extraordinárias nas férias. Como por exemplo, ganhar uma fortuna.

Esse foi o caso do menino de 12 anos morador de Londres, no Reino Unido. Ele ganhou 290 mil libras esterlinas, o que dá cerca de dois milhões de reais, em suas férias. A quantia veio depois de ter criado uma série de obras de arte pixeladas chamadas “Wierd Wales” e vendido como NFTs.

Essa tecnologia NFT quer dizer “non fungible token”, ou “token não fungível”. O que funciona como uma espécie de selo para os arquivos digitais. Esses NFT são certificados de propriedade vinculados a um produto digital. Podendo ser uma imagem, vídeo, animação, foto, som ou texto.

Caso

Arte1, Fatos Desconhecidos

O menino, Benyamin Ahmed, está mantendo seus ganhos na forma de Ethereum. Ela é a criptomoeda em que suas obras foram vendidas. Isso quer dizer que o valor pode aumentar ou diminuir. Mas também não tem respaldo das autoridades se a carteira digital onde o dinheiro está for hackeada ou comprometida de alguma forma.

Os colegas de escola de Benyamin ainda não sabem da fortuna que o amigo fez durante as férias. Mas eles já viram vídeos do menino no YouTube mostrando seu hobby.

“Meu conselho para outras crianças que talvez queiram entrar neste espaço é não se obrigar a fazer codificação, talvez porque haja pressão dos colegas. Assim como se você gosta de cozinhar, cozinhe, se gostar de dançar, dance, apenas faça o melhor que puder”, disse o jovem.

O pai do menino, Imran, é um desenvolvedor de software que trabalha com finanças tradicionais. E foi ele quem incentivou tanto Benyamin como seu irmão, Yousef, a começarem a codificar quando tinham apenas cinco e seis anos de idade.

“Era meio que um exercício divertido, mas percebi muito cedo que eles eram muito receptivos e muito bons nisso. Então começamos a levar um pouco mais a sério. E agora é todo santo dia. Mas você não pode forçar essas coisas, não pode dizer: ‘Vou aprender codificação em três meses’. Os meninos faziam 20 ou 30 minutos de exercícios de codificação por dia, inclusive nos feriados”, disse Imran.

Arte

Arte2, Fatos Desconhecidos

A obra “Weird Wales” é a segunda coleção de arte digital que Benyamin fez. A primeira foi inspirada no videogame Minecraft, mas vendeu menos do que as baleias.

Para essa coleção em específico o menino se inspirou em uma imagem bastante conhecida de um meme de baleia pixelada em um estilo popular de arte digital. Contudo, ele usou seu programa próprio para criar a coleção de 3.350 baleias do tipo emoji.

“Foi interessante ver todas elas nascerem, à medida que apareciam na minha tela, sendo geradas lentamente”, disse ele.

Agora, Benyamin já está trabalhando em sua terceira coleção. Para essa nova obra o tema será super heróis. E além das obras, o garoto também gostaria de fazer um tipo de jogo subaquático com as baleias.

 

 

Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/geral-58357316?at_custom3=BBC+Brasil&at_custom2=facebook_page&at_medium=custom7&at_campaign=64&at_custom1=%5Bpost+type%5D&at_custom4=DBBC7CDA-0734-11EC-9F09-5EDC923C408C&fbclid=IwAR15wN46lH4KZ9eg8y9pzJN0u7ahWeqByReu2IVAIXEaeNIwtVQRjKwI_DM

Uma dieta ”frutariana” não é uma coisa tão boa para você

Matéria anterior

Menina de 9 anos com QI mais alto que Einstein e Hawking revela o que quer ser no futuro

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos