Notícias

Moradores do Quênia se assustam com suposto leão

0

Ocasionalmente, nos assustamos com coisas que são muito menos ameaçadoras que inicialmente percebemos. Quem nunca viu um vulto do canto do olho e deu um pulo? E se você percebesse que tem um leão no seu quintal? Essa foi a situação que moradores da vila de Muritibu, em Meru, região do Quênia, passaram.

Uma cena na vila chamou a atenção de vários moradores na última quinta-feira (5). Isso porque, segundo o jornal queniano Capital News, um suporto leão estava passeando em um jardim até se esconder. Segundo a reportagem, o Serviço de Vida Selvagem do Quênia (tradução livre da sigla KWS) foi acionado e a equipe foi de imediato atender ao pedido para resgatar o felino. Porém, quando os trabalhadores se aproximaram do temido leão, viram que se tratava de uma sacola.

No Facebook, um morador de Meru publicou seu depoimento. Assim, Eric Kathenya disse que ninguém queria chegar perto do suposto leão para conferir a veracidade das informações das autoridades locais. Claramente, todos estavam com medo de um possível ataque.

Após o chamado, os oficiais do KWS tomaram as medidas possíveis, visto que “se fosse confirmado um leão no local, teriam que pedir ainda mais reforços especializados”, contou uma porta-voz da entidade chamada Teresa Igiria.

Suposto leão divertiu moradores

Quando os oficiais se aproximaram no jardim, viram que o “leão” era, na verdade, apenas uma sacola do mercado Carrefour com uma estampa de leão. Com isso, a tensão e o medo se dissiparam e as pessoas brincaram com toda a situação. Alguns registraram o dia que “quase tiveram a chance de serem devorados por um leão”.

Fundador de santuário abraça felino que salvou sua vida

Imposto de Renda: por que o leão é o animal da Receita Federal?

Unsplash

Enquanto alguns têm medo, outros até abraçam os leões. Esse é o caso de Dean Scheider, o suíço que decidiu dedicar sua vida aos animais selvagens vítimas da ação humana. Hoje em dia, ele vive na África do Sul, onde fundou o santuário Hakuna Mipaka Oasis.

Dessa forma, o santuário de mais de 400 hectares costuma receber milhares de espécies de animais que foram maltratados e retirados dos habitats naturais. De acordo com o jovem de 27 anos, os leões são mal compreendidos pelas pessoas. Isso porque eles gostam de companhia e priorizam a família, não sendo apenas animais assustadores e capazes de atacar a qualquer segundo.

Se olharmos as imagens publicadas por Dean, essas características mais amáveis são perceptíveis. O leão faz diversos afagos no seu humano amado antes de tirar uma soneca.

Diferente da maior parte das instituições, o santuário do Dean não é aberto ao público e ainda conta com uma equipe especializada em reabilitar animais mal tratados. Com isso, possivelmente, retornam à natureza.

Sua ideia foge do objetivo de atração turística e ganhos com os animais, visto que suas intenções são claras por meio de seu perfil no Instagram. No Youtube, Dean tem mais de 7 milhões de seguidores e costuma publicar vários vídeos. Segundo ele, essa é a única forma do público conhecer os animais em seu santuário.

Assim sendo, considerando que o ser humano construiu uma relação de dominação sobre os animais, o que resulta na extinção de diversas espécies, a missão de Dean é mostrar que a dinâmica pode e deve ser diferente.

A queda da espécie

Atualmente, há poucos leões pelo mundo. Restam apenas 20 mil, segundo estimativas, e estão desaparecendo de vastas extensões da África, que antigamente eram parte de seus domínios. Em 1880, calcula-se que existiam 1,3 milhão de leões na África.

No entanto, no meio do século XX, haviam diminuído para 500 mil. Nos anos 90, eram 100 mil, e hoje restam apenas 20 mil. Dessa forma, se a caça e a perda de habitat seguir no ritmo atual, pode ser que a selva perca seu rei em breve.

Fonte: Aventuras na História

Mulher que sobreviveu a câncer e perdeu a perna completa 104 maratonas em 104 dias

Matéria anterior

Médico descobre vírus em coração de porco que foi colocado em humano

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications