• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Moradores do Havaí deixam suas casas com avanço da lava do vulcão Kilauea

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      30/10/14 às 17h45

Funcionários da Defesa Civil no condado do Havaí informaram na noite de terça-feira que a lava do vulcão Kilauea chegou a 340 metros da estrada principal na cidade de Pahoa, na região agrícola e florestal de Ilha Grande.

A lava entrou em uma propriedade privada ao lado da estrada principal e queimou pneus e outros materiais. Demorou horas até as autoridades alertarem os moradores com problemas respiratórios a continuarem em casa. A lava estava se movendo a cerca de 10 a 15 metros por hora.

Anteontem, autoridades de emergência já alertavam que a lava do vulcão Kilauea estava à 91 metros da casa mais próxima. A lava se movia à velocidade de 9 a 14 metros por hora e avançaram 251 metros entre domingo e segunda-feira, na direção da cidade de Pahoa, no extremo leste da ilha.

Na semana passada, o governador do Havaí, Neil Abercrombie, solicitou uma declaração presidencial de calamidade para liberar recursos federais para ajudar medidas protetoras de emergência locais.

A lava ganhou velocidade na semana passada, depois de semanas de lentidão, em um movimento de idas e vindas. Ela entrou na floresta e na pastagem e cruzou áreas habitadas pela primeira vez desde que os cientistas começaram a emitir alertas em agosto.

Os moradores de Pahoa tiveram semanas para se prepararem para o que tem sido descrito como um desastre em câmera lenta. A maioria deixou o local ou está se preparando para ir embora. Pelo menos 50 ou 60 estruturas, incluindo residências e empresas, estão em uma área que a defesa civil alertou diversas vezes que pode ser atingida.

 

Próxima Matéria
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+