CuriosidadesHealth

O açúcar das frutas faz mal à saúde?

0

Presente na alimentação de diversas pessoas, as frutas podem ser caracterizadas pela sua doçura quando estão maduras. Esse sabor é constatado pela grande quantidade de frutose, assim como a de glicose em dose menor.

A frutose, assim como a glicose, é um componente do açúcar branco refinado e do xarope de milho. Esses dois compostos são utilizados como ingredientes na preparação de alimentos processados, como molhos, condimentos, doces e refrigerantes. Vale lembrar que estudos começaram a apontar que o aumento de doenças metabólicas estão ligadas ao consumo desses produtos.

Sabendo disso, é importante ter em mente o consumo não exagerado desses produtos. Isso porque o maior consumo desse alimento significa mais calorias ingeridas. Caso não seja queimada, essa energia se transforma em gordura, que pode desenvolver doenças metabólicas. Atualmente, o consumo de alimentos hipercalóricos está cada vez mais presente no dia a dia.

Em contrapartida, se você for a um especialista, será aconselhado a ingerir medidas moderadas de frutas, verduras e legumes ao longo do dia, já que o consumo moderado desses alimentos é saudável.

Melhores formas de consumir o açúcar das frutas

Shutterstock

No fígado, a frutose se transforma em gordura, inclusive, sendo consumida na mesma quantidade, ela produz mais gordura do que a glicose. Por isso, a frutose em grandes quantidades possui alto potencial para facilitar o desenvolvimento de doenças metabólicas. 

Para a saúde, o melhor é consumir a própria fruta do que tomar sucos advindos dela. Isso porque quando comemos a fruta estamos ingerimos as fibras, minerais, vitaminas e não só a frutose.

Por causa disso, deve ser feita a mastigação correta de cada pedaço para ingerir cada componente da fruta. Essa mistura na saliva faz com que a frutose entre lentamente no corpo. Com isso, as células intestinais digerem a maior parte da frutose absorvida, fazendo com que pouca parte dela chegue até o fígado pelo sangue e seja transformada em gordura.

Em contrapartida, quando consumimos a frutose processada a situação é bem diferente. Nesses casos, o trato digestivo é inundado com frutose, dissolvida em água absorvida pelas células intestinais ao ponto de transbordar. Logo após ela chega ao fígado, vira gordura.

Depois disso, o fígado distribui o excesso de gordura para todo o corpo. Se a ingestão desses alimentos for de forma rara, tudo bem, mas em excesso pode gerar problemas de saúde como obesidade, diabetes, colesterol alto, entre outros.

Assim, com o passar do tempo aumenta os riscos de um ataque cardíaco ou desenvolvimento de células cancerígenas. Em concordância com isso, um estudo aponta que a incidência do câncer pode estar ligada ao alto consumo de frutose em alimentos processados. O estudo também aponta que a incidência de câncer é maior quanto mais alto a ingestão de sucos de frutas.

A frutose é boa ou ruim

iStock

A resposta é simples, com o consumo moderado é bom. Isso porque seguindo a dieta, é saudável. Para isso é preciso morder as frutas, mastigá-las e misturá-las com outros alimentos para ajudar na digestão.

Com isso, os componentes da fruta são ingeridos lentamente no corpo, que faz com que a frutose chegue em menor quantidade ao fígado.

No entanto, quando ingerimos o suco da fruta, até mesmo o natural, esse processo muda. Isso porque ingerimos mais frutas do que se precisássemos descascar, morder e mastigar. Também, porque neste caso, não ingerimos a fruta ao todo, resultando na frutose absorvida de forma rápida e chegando em maior quantidade ao fígado.

Com isso, considera-se que as frutas devem ser comidas de formas inteiras, já os sucos apenas de vez em quando. Além disso, se fizer o suco, não retire a polpa, visto que essa parte auxilia ao açúcar da fruta entrar lentamente no corpo. Essa ingestão é similar a quando comemos a fruta inteira.

Fonte: BBC

Orbital de Marte chinês captura imagens impressionantes do planeta

Matéria anterior

Nasa: Missões investigarão o clima da Terra

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos